Prestadora JSERV Multisoluções atua em condomínios de grande porte em São Paulo

site jservA prestadora de serviços JSERV Multisoluções consolida seu processo de crescimento passando a atender grandes condomínios residenciais em região nobre de São Paulo capital, na  zona sul no Jabaquara.

A empresa assumiu as atividades de Portaria e Limpeza profissional dos empreendimentos já contando com excelentes índices de avaliação.

A JSERV realiza treinamento constante em sua força de mão-de-obra gerando profissionais preparados para atender as diversas necessidades dos seus clientes.  Continuar lendo

Informações adicionais que podem ser diferenciais no seu currículo

curriculoO bom e velho currículo ainda é o seu melhor amigo na hora de procurar emprego, não é mesmo?

Isso é um fato e posso atestar pela vivência e observação das etapas do recrutamento nas empresas onde atuei. Detalhes e apresentação acreditem, ainda fazem a diferença.

Além desta certeza, outro ponto que sempre é realidade na vida de profissionais que estão em busca de emprego é: O que cada seção deve ter especificamente? O campo de informações adicionais, por exemplo, você sabe o que exatamente deve constar? Calma, embora não exista uma resposta padrão, é possível pensar em boas alternativas. Continuar lendo

Conheça as 3 mudanças propostas nas Leis trabalhistas

reforma-siteMinistro do Trabalho afirmou que governo é favorável à flexibilização da CLT e que quer regulamentar a terceirização e tornar o Programa de Proteção ao Emprego permanente

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse nesta quarta-feira que o governo do presidente em exercício, Michel Temer, vai mandar até o final do ano três propostas de reforma trabalhista ao Congresso Nacional. São elas uma atualização da CLT, a regulamentação da terceirização e a transformação do Programa de Proteção ao Emprego (PPE) em algo permanente.

“A reforma é uma atualização da legislação, com o objetivo de simplificar para combater a burocracia”, afirmou Nogueira em café da manhã com jornalistas. Segundo ele, a reforma trabalhista não vai possibilitar o parcelamento de férias e 13º salário. “O trabalhador não vai ter prejuízo com a atualização”, disse. O ministro afirmou, porém, que o governo é favorável à flexibilização da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). “A CLT virou uma ‘colcha de retalhos’ que permite interpretações subjetivas”, afirmou. Continuar lendo

Mudança organizacional – Como lidar com a resistência?

desenvolvimento_organizacional (1)Considerada um dos maiores desafios no engajamento de profissionais, a resistência às mudanças no ambiente organizacional pode desestruturar as relações entre um determinado profissional e sua equipe, ou ainda entre um gestor e outras pessoas da empresa em que trabalha. A resistência pode ser reconhecida por atitudes como críticas imediatas, negação, sabotagem, consentimentos mal intencionados, silêncios e críticas abertas.

De acordo com Ana Pliopas, sócia do Hudson Institute of Coaching no Brasil, “essas atitudes não constroem diálogos. Não há sinergia, e ambientes de medo e desconfiança acabam por aumentar ainda mais a resistência”, explica. Para Ana, um bom modelo para lidar com a resistência que encontramos nas organizações é o apresentado por Rick Mauer em seu livro “Beyond the wall of resistance”. O gestor deve ter curiosidade, estar aberto ao diálogo e atento aos sinais de seu interlocutor para identificar uma das seguintes posturas de resistência à mudança: Continuar lendo

49% das empresas brasileiras têm vagas, mas não encontram profissionais qualificados

temporariosEstudo realizado pela Fundação Dom Cabral (FDC),  revela a falta de profissionais qualificados em diversos setores e áreas de atuação; quase 49% dessas empresas relatam possuir vagas que não são preenchidas por não encontrarem trabalhadores aptos às funções disponíveis. A pesquisa foi coordenada pelos professores Paulo Resende, Paulo Renato de Sousa, Paula Oliveira e Simone Nunes, do Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura da FDC. Continuar lendo

Boa parte dos brasileiros opta por não mudar de empresa

trabalhando com mulheresA porcentagem de pessoas que se mantiveram na mesma empresa foi de 74% no primeiro semestre, de acordo com dados da Randstad
Em tempos de alto índice de desemprego – 11 milhões de pessoas de acordo com os dados recém divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) –, mudar de emprego parece um tarefa complicada ou quase impossível.
Um estudo promovido pela Randstad, multinacional holandesa que fornece soluções em recursos humanos, comprovou essa percepção. Entre os profissionais brasileiros, 67% permaneceram no mesmo cargo e empresa, durante o primeiro semestre deste ano. Os que migraram para uma nova atividade no mesmo empregador somam 7%.
Entre os pesquisados, 17% optaram por se transferir para outra empresa, mas realizando a mesma atividade. Apenas 10% dos brasileiros tiveram a iniciativa de arriscar e apostar em uma mudança total, partindo para um cargo e um empregador diferente. Continuar lendo

Profissionais cada vez mais jovens ingressam na área de Recursos Humanos

Carolina Bussadori, gerente de recursos humanos da TNG: a profissional mais velha do time de RH tem 26 anos | Crédito: Paulo Santos

Carolina Bussadori, gerente de recursos humanos da TNG: a profissional mais velha do time de RH tem 26 anos | Crédito: Paulo Santos

Há algum tempo, a pouca idade deixou de ser um impeditivo para um profissional assumir cargos de gerência, diretoria e até presidência. Segundo uma pesquisa da consultoria Hay Group, de 2014, feita com 105 empresas com faturamento acima de 50 milhões de reais, um em cada dez CEOs tinha menos de 40 anos de vida.

Mas, se antes a procura pelos mais jovens se dava porque faltava gente para preencher as vagas em aberto, com a crise e a necessidade de reduzir custos, o motivo se tornou outro: os salários mais baixos. Um exemplo disso é que na contramão do crescente desemprego entre os profissionais com carteira assinada, de acordo com a Catho, as oportunidades para os estagiários aumentaram em 36%, em 2015. Continuar lendo

Cuidados essenciais na hora de contratar um Plano de Saúde

plano saudeCom a grande variedade de planos, taxas, coberturas e adicionais oferecidos, é fundamental conhecer bem a operadora antes de contratá-la. Para isso, é necessário pesquisar e comparar diferentes planos. A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) http://www.ans.gov.br/ disponibiliza gratuitamente uma série de dados bem detalhados para você fazer a melhor escolha. Utilize esse guia como um checklist para avaliar os planos que você pensa em contratar, e só então defina. Continuar lendo

Motivos para as pessoas deixarem seus empregos

desemprego1Entenda quais motivos podem levá-lo a querer encontrar um novo emprego

Por mais que o profissional goste do trabalho que desempenha dentro de uma empresa, determinadas situações podem fazer com que eles peçam demissão. A maior parte deles são relacionados ao funcionário se sentir bem dentro da empresa. A seguir, conheça motivos que podem fazer com que você peça demissão do seu emprego: Continuar lendo

3 DICAS DE COMO CONTRATAR E TREINAR UM BOM TIME DE VENDAS

vendasEm qualquer fase do negócio, ter uma equipe comercial bem capacitada é essencial para o sucesso da empresa

Ter um time de vendas competente é essencial para qualquer empresa que busca o sucesso. As vendas de produtos e serviços geram o faturamento que mantém o negócio. Em artigo recente para o site da revista Inc, o empreendedor Adam Fridman, fundador da MeetAdvisors, destaca que durante o processo de seleção é importante ter foco em candidatos que possam se adaptar à cultura da empresa. Continuar lendo

Qual o comportamento ideal do recrutador em uma entrevista?

ENTREVISTAA função do recrutador é casar as necessidades da empresa contratante com os objetivos e experiências dos candidatos. O que fazer e não fazer na hora da escolha?

Recentemente publiquei um artigo sobre como se comportar em uma entrevista de emprego e um candidato me perguntou sobre o comportamento de um recrutador dentro de uma sala de entrevista. Nunca havia pensado sobre o assunto e confesso que me interessei pelo tema, visto que, não só esse candidato, mas muitos profissionais também podem ter a mesma dúvida e curiosidade sobre contratações e como recrutar um bom profissional. Continuar lendo

Como dizer não ao chefe

naochefeDecisões equivocadas, demandas enviadas em cima da hora e solicitações que fogem da função do empregado… O que você faz quando seu chefe toma medidas que mais atrapalham do que ajudam a empresa e sua própria equipe?

Não é sempre que o chefe estará certo em suas escolhas e decisões. É comum que diante da pressão do cargo, alguns líderes também pressionem seus liderados, causando estresse e queda no desempenho, causando, no fim, mais danos do que acertos. Continuar lendo

Saiba porque um chefe ruim pode adoecer os funcionários

chefe ruim1Para cerca de 75% das pessoas, os chefes são a maior causa de estresse no trabalho

O médico, escritor e Influencer Travis Bradberry publicou um artigo aqui no LinkedIn que aponta que um chefe ruim pode fazer tão mal para a saúde dos funcionários quanto fumar passivamente. E o pior, quanto mais tempo uma pessoa passar trabalhando para alguém que a deixa infeliz, maiores serão os danos para sua saúde mental e física.

Dados da Associação de Psicologia dos Estados Unidos, publicados no artigo da revista Quartz revelam que 75% dos trabalhadores americanos consideram seus chefes a maior razão de estresse no trabalho. Contudo, 59% dessas pessoas não largariam o emprego, mesmo infelizes. Continuar lendo

Proposta que prevê redução da jornada de 44 para 40 horas semanais divide opiniões

jornadaEstá pronta para entrar na pauta de votação da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania a Proposta de Emenda à Constituição 89/2015, que reduz de 44 para 40 horas a jornada semanal de trabalho no Brasil, sem diminuição do salário, benefícios e direitos do trabalhador. Se aprovada na comissão, a proposta, de autoria do senador Paulo Rocha (PT-PA) e com parecer favorável do senador Walter Pinheiro (PT-BA), segue para análise em Plenário.

Esse é um tema que tramita no Congresso Nacional desde 1995 como uma das principais bandeiras do movimento sindical brasileiro — e segue com resistência do empresariado no país. “Não vejo vantagens dessa medida para as empresas, que terão despesas como hora extra e novas contratações. Também não vejo tantos benefícios para o funcionário, já que a diferença de tempo de trabalho por dia será pequena”, diz a advogada especialista em direito empresarial Lucyanna Lima Lopes, que ainda ressalta ser um momento muito delicado no Brasil para flexibilizar o expediente. “É necessário melhorar o quadro econômico para colocar essa PEC em pauta”, afirma. Continuar lendo

Prazo para sacar abono salarial é prorrogado até 31 de agosto

PIS_2016Os trabalhadores que não conseguiram sacar o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014 até o último dia 30 de junho terão uma segunda chance. Em uma decisão inédita, o governo federal prorrogou o prazo devido ao grande número de pessoas que deixou de receber o benefício, cerca de 1,2 milhão de beneficiários. O novo período de saque será de um mês. Começa em 28 de julho e termina em 31 de agosto.

Desde o início do calendário do ano-base 2014, foram pagos mais de R$ 18 bilhões a 22,27 milhões de trabalhadores, o que corresponde a 94,45% do total de pessoas com direito ao recurso. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, espera que, com essa nova medida do governo, pelo menos mais 300 mil trabalhadores consigam realizar o saque, totalizando um montante de R$264 milhões. Continuar lendo