Pedir demissão e receber todos as verbas rescisórias é possível, conheça a “justa causa às avessas”

justa causaDescumprimentos do contrato que causem prejuízo, de diversas ordens, ao funcionário, podem garantir um pedido de demissão com “rescisão indireta”, o que significa que o empregado é quem toma a iniciativa de sair da empresa , mas recebe todos os benefícios a que teria direito caso fosse demitido. Essa situação é conhecida popularmente como “justa causa do empregador”

As situações mais comuns em que se enquadra essa legislação são casos de não pagamento do salário, assédio  moral ou quando o empregador deixa de recolher o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) diz que o empregado pode pleitear a indenização nos seguintes casos: Continuar lendo

A importância de dar risada no ambiente de trabalho

sorrisosVocê sabia que sorrir pode trazer benefícios para o seu emprego, mas também para sua saúde? Entenda a importância de dar risada no ambiente de trabalho

Você conhece os benefícios das risadas? Quem sorri estimula o cérebro a liberar substâncias responsáveis pela sensação de prazer e felicidade, que proporcionam leveza e bem-estar. O sorriso também ajuda a prevenir doenças, principalmente as ocasionadas por estresse.

No ambiente de trabalho, ficamos um pouco tímidos na hora de dar uma risada, não é mesmo? Mas todo local deve ter uma pitada de bom humor e sua equipe deve saber disso. É claro que não podemos levar nossas funções como piada, mas sorrir com sua equipe faz bem: além dos benefícios citados acima, a risada também ajuda a estimular a conexão entre funcionários e a busca por melhores resultados. Continuar lendo

SEGURO SAÚDE OU PLANO DE SAÚDE: QUAL A DIFERENÇA?

planosaude-segurosaudePor não termos um serviço de saúde pública eficiente no Brasil, é comum a população procurar outras formas de garantir a qualidade do atendimento e cuidado com a saúde.
Apesar de terem objetivos muito parecidos, a operacionalização dos seguros saúde e planos de saúde é um pouco diferente. Ambos surgiram da necessidade de proteção complementar à oferecida pelo serviço público brasileiro, mas nos planos de saúde o usuário utiliza a rede credenciada disponibilizada pela operadora, enquanto no seguro saúde a regra é a pessoa ser reembolsada após o uso.
Tanto o seguro saúde quando o plano de saúde são regulados pela ANS. Este órgão, apesar de ser vinculado ao Ministério da Saúde, possui autonomia para atuar na regulamentação das práticas de proteção privada à saúde.
Como funcionam os planos de saúde: Continuar lendo

5 pontos do seu currículo que saltam aos olhos do recrutador

curriculointeressanteO currículo deve ser encarado como um instrumento de marketing pessoal e não apenas, como simples ferramenta de auxílio na busca de emprego. Sendo assim, é necessário que ele mostre a história do candidato para o recrutador, evidenciando experiências profissionais e conhecimentos adquiridos ao longo da carreira do profissional.

O seu currículo conta bem o profissional que você é? Caso não, não se preocupe, a assessora de carreira da Catho, Juliana Pereira, separou cinco dicas para que seu currículo ganhe destaque aos olhos dos selecionadores. Confira! Continuar lendo

5 ideias para melhorar o ambiente de trabalho na sua empresa

bom líderSerá que seus funcionários estão realmente bem com o ambiente em que trabalham? Veja dicas de
Fabiana Pontes, da Printi, para criar um ambiente saudável e feliz

Hoje, cada vez mais empresas entendem a importância de cultivar o melhor ambiente de trabalho possível, investindo no material mais precioso que têm: as pessoas.

Confraternização e pertencimento: os segredos da Printi

Uma dessas empresas é a Printi, gráfica online sediada em São Paulo. Criada por dois estrangeiros — o
alemão Florian Hagenbuch e o húngaro Mate Pencz — a companhia vem crescendo numa média de
mais de 100% todos os anos. E é claro que, sem um cuidadoso trabalho de gestão de pessoal, isso não seria possível. Continuar lendo

T&D: Cresce o investimento das empresas na qualificação dos colaboradores

tedEstudo “Panorama do Treinamento no Brasil 2016” traça essa e outras tendências da área no País

Embora o cenário econômico de 2016 tenha sido desafiador as empresas elevaram os investimentos na qualificação de suas equipes, em busca de maior eficiência nos processos e resultados financeiros positivos para o negócio. De acordo com o estudo “Panorama do Treinamento no Brasil”, a carga horária média de treinamento, subiu de 16,6 horas, em 2015, para 22 horas, em 2016. Continuar lendo

“Os queridinhos” Conheça as características dos funcionários mais amados pelos Chefes

queridinhoPode ser que não pareça, mas, se você tiver essas características, deve ser um funcionário excepcional

Funcionários perfeitos nem sempre são aqueles que amam seus empregos.
Muitas vezes, os queridinhos dos chefes não têm a menor ideia de seu status – principalmente em empresas que não possuem um bom programa de feedback.

O site Business Insider preparou uma lista das características mais adoradas pelos Chefes: Continuar lendo

Quais serão as tendências da área de RH para 2017?

papel do rhQuanto mais modernos e antenados sobre gestão de pessoas, mais competentes tendem a ser os gestores da área de RH

A cada ano, novas pesquisas de neurociência e psicologia comportamental, aliadas às condições econômicas da empresa e do mercado, agregam novidades à maneira de se lidar com os funcionários.

E em 2017 não será diferente. Novidades surgem e novos métodos são aplicados. Portanto, quanto mais modernos e antenados sobre gestão de pessoas, mais competentes tendem a ser os gestores da área de RH. Para tentar ajudar este time tão importante e mantê-los informados sobre o que deve pautar a atenção de quem gere o capital humano, listo algumas tendências para esta área: Continuar lendo

Contratação equivocada reflete negativamente na produtividade da empresa

RecrutamentoPerda de produtividade é o principal impacto de uma contratação equivocada nos negócios da empresa, conforme apontou 51% dos 100 diretores de RH entrevistados pela Robert Half. De acordo com especialistas da companhia, ao fazer um retrospecto, os gestores que se decepcionam com o desempenho dos colaboradores diagnosticam que não deram a devida atenção ao processo seletivo.

O resultado aponta a necessidade de entender o recrutamento como uma ação estratégica para os negócios da companhia e, por essa razão, demanda dedicação e visão de longo prazo, para garantir a identificação e retenção dos melhores profissionais já na sala de entrevista. Se considerarmos o atual período de grande concentração de candidatos no mercado, a atenção deve ser redobrada, tendo em vista que quantidade e qualidade nem sempre caminham juntas. Continuar lendo

Na era digital, saber se expressar bem pela escrita é um talento

rosangelaConsultora de Comunicação Empresarial da RC7 e autora de livros direcionados ao aperfeiçoamento da Comunicação no ambiente corporativo, Rosângela Cremaschi, em entrevista ao Valor Econômico, afirma que atualmente há uma preocupação crescente das empresas em relação à habilidade de redação dos colaboradores.

“A comunicação eficiente agiliza oportunidades de negócio. As empresas, cada vez mais, precisam ser extremamente assertivas e objetivas na comunicação com os clientes; caso contrário, pode-se resultar algum prejuízo para o setor.” Continuar lendo

5 formas de lidar com a inveja que sentem de você no trabalho

invejaEm todo ambiente de trabalho pulsam “dores de cotovelo”. Mas há formas simples e humanas de aplacar o ciúme dos demais pelas suas vitórias

Seres humanos são naturalmente invejosos, a começar por você. Quem for sincero consigo mesmo vai reconhecer que já experimentou o sentimento pelo menos uma vez na vida — ainda mais no ambiente de trabalho.

De acordo com Mireia Las Heras, professora da IESE Business School em Barcelona, não existe empresa em que não pulsem as famosas “dores de cotovelo”. “Seria tão utópico quanto um mundo completamente livre de mentiras e sofrimentos”, diz ela. Continuar lendo

Os impactos do absenteísmo nas empresas

absenteismoA ausência gera consequências negativas na produção, no caixa e no relacionamento com a equipe

Clientes insatisfeitos, comprometimento da produtividade, aumento de horas extras para os outros componentes da equipe, custos de contratação temporária para suprir a ausência do funcionário afastado e perda de prazos, são algumas das consequências causadas pelo absenteísmo nas empresas. Continuar lendo

Como criar um perfil mais eficaz no Linkedin?

linkedinOs cuidados que vão ajudá-lo a construir um bom currículo online

O volume de currículos que um recrutador recebe diariamente é muito grande e estudos indicam, que este profissional leva em média seis segundos para decidir se aquele CV vai seguir adiante ou não. Por isso, o currículo deve ser bem escrito e as informações mais relevantes precisam saltar aos olhos do headhunter.

Em um mundo cada vez mais digital, o currículo on-line passa a ser o perfil no Linkedin – que também requer cuidados. Por isso, reuni neste artigo alguns conselhos práticos para deixar seu perfil mais atraente aos olhos do headhunter. Continuar lendo

5 tipos de colegas ”puxa-saco” que você encontrará no ambiente de trabalho

bajuladorOs colegas que possuem esse tipo de personalidade são conhecidos como “queridinho”, “papagaio”, entre outros nomes relacionados à forma como se comportam.
Independentemente do nome, segundo a consultoria, eles atrapalham o desenvolvimento  dos demais colegas no ambiente de trabalho e, dependendo de como agirem, podem prejudicar a própria carreira.

Segundo o gerente da Page Personnel, Lucas Oggiam, ter um bom relacionamento com os líderes e superiores é saudável, mas isso não faz com que alguns colegas sejam mais importantes que outros. “O profissional  precisa ter a ciência de que é avaliado por suas competências técnicas e comportamentais, não por excesso de agrados e bajulações”, disse. Continuar lendo

Apenas 18% das empresas concedem licença-paternidade de 20 dias

licenca-paternidadeGestores temem que a ausência de um funcionário por 20 dias trará resultados negativos para a companhia

Pesquisa realizada pela empresa de recrutamento de executivos Talenses com 141 gestores de recursos humanos, dos quais 74% atuam em empresas com mais de 500 funcionários, apontou que apenas 18% dessas companhias concedem licença-paternidade de 20 dias.

Contando-se apenas as organizações nacionais, o porcentual cai para 11%, mas sobe para 23% se forem consideradas apenas as estrangeiras. Continuar lendo