O que os colaboradores esperam de seus líderes?

Boa parte da população passa no mínimo 12 horas dedicando seu tempo útil a alguma empresa. Essas mesmas pessoas querem se sentir seguras, amadas, desafiadas e importantes – crescendo e contribuindo!

Ser capaz de promover um ambiente que acolha e responda a essas necessidades pode parecer uma grande exigência para os líderes. Mas, na prática, acredito que é o único meio das empresas progredirem em suas iniciativas de retenção de talentos e ao mesmo tempo inovarem e prosperarem seus negócios. Continuar lendo

10 palavras em inglês para entender o seu RH

O inglês no RH vai muito além de feedback e turnover

O inglês já faz parte da rotina de profissionais de várias áreas, como TI e Marketing, e há algum tempo ele vem invadindo o RH. Em abril, participei do Fórum RH 2019 da Live University – foram dez horas de palestras e painéis, muito aprendizado sobre temas relacionados a recursos humanos e… muito inglês! Listei aqui todos os termos que ouvi durante o evento, para que você faça uma boa revisão ou aprenda alguns termos que vêm sendo usados por heads de RH. As palavras vão muito além de turnover e feedback, prepare-se! Continuar lendo

Elektro abre inscrições para Escola de Eletricistas em ATIBAIA

ATIBAIA TERÁ NOVA ESCOLA DE ELETRICISTAS

As inscrições vão de 19 de agosto a 06 de setembro

A Elektro abre na segunda-feira (19) as inscrições para a Escola de Eletricistas de Atibaia, em parceria com o IFSP. Ao todo serão oferecidas 40 vagas. As inscrições devem ser feitas de forma online no endereço: http://limesurvey.ifsp.edu.br/index.php/664552/lang-pt-BR  até o dia 06 de setembro. Para se inscrever basta ter mais de 18 anos, disponibilidade em horário integral, ensino médio completo e apresentar os documentos pessoais, como a carteira de habilitação válida, categoria B (e desejável categoria C).

O programa tem duração de 804 horas e será distribuído em quatro módulos. Os alunos que apresentarem melhor desempenho e nível de comprometimento ao longo do treinamento serão selecionados para os demais módulos (segundo, terceiro e quarto). Continuar lendo

Como lidar com um ambiente de trabalho tóxico?

Especialista destaca os benefícios de promover o bem-estar dos colaboradores e compartilha dicas para lidar com um ambiente de trabalho tóxico

O bem-estar elevado dos colaboradores é um dos principais fatores que geram benefícios diretos para as empresas. Segundo um levantamento feito pela Universidade de Warwick, no Reino Unido, funcionários felizes são 12% mais produtivos que os demais. O elevação dos níveis de satisfação que aumentam a produtividade nas organizações e os benefícios dessa equação, tanto para o empregador quanto para o empregado, são assuntos que despertam cada vez mais interesse no mundo corporativo. Continuar lendo

Por que investir na formação do seu colaborador?

Investir na marca pessoal dos colaboradores é benéfico para a empresa?

Essa é uma pergunta comum que surge na mente de muitos colaboradores que se interessam ou começam a investir em suas marcas pessoais. E também de seus gestores que se questionam se existem benefícios dessa prática em suas organizações. Afinal, existe um conflito de interesse? Esse é um investimento que também traz benefícios para a empresa? Ou seria apenas um desvio de foco do que é realmente importante a se fazer no trabalho? Ou ainda, esse seria um risco para a empresa de perder o seu colaborador devido à grande visibilidade para recrutadores de outras empresas? A marca pessoal é o que as pessoas dizem sobre nós quando não estamos presentes e existem diversos benefícios no investimento da marca de um colaborador. Continuar lendo

Conheça o que muda com a MP da Liberdade Econômica

Proposta enviada pelo governo ao Congresso teve o texto-base aprovado na Câmara. Destaques deverão ser votados nesta quarta, antes de o texto seguir para o Senado.

Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (13) o texto-base da medida provisória (MP) da liberdade econômica. O objetivo do texto é reduzir a burocracia sobre atividades da economia e facilitar empreendimentos.

A proposta altera regras trabalhistas e traz, por exemplo, normas para trabalho aos domingos, além de prever critérios para a adoção do registro de ponto de funcionários.

Nesta quarta-feira, deputados devem analisar destaques, propostas que podem alterar trechos do texto-base aprovado. Só depois disso que a MP será encaminhada para votação no Senado.

Por se tratar de medida provisória, o texto já está em vigor, mas precisa ter a aprovação concluída no Congresso até o próximo dia 27 para não perder a validade.

Entenda o que muda

Saiba ponto a ponto da medida provisória:

Trabalho aos domingos

  • A MP permite o trabalho aos domingos e feriados, mas muda a norma sobre o descanso semanal de 24 horas. A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) prevê que o descanso “deverá coincidir com o domingo, no todo ou em parte”. Agora, a redação da MP prevê que o descanso será “preferencialmente aos domingos”, abrindo espaço para a concessão do benefício em outros dias da semana.
  • Nos casos em que o trabalhador trabalhar no domingo ou no feriado, ele deve receber em dobro ou receber uma folga. O empregado também precisará ter uma folga em um domingo no intervalo máximo de quatro semanas.

Carteira de trabalho eletrônica

  • A MP prevê que as carteiras de trabalho serão emitidas pelo Ministério da Economia “preferencialmente em meio eletrônico” — a impressão em papel será exceção. O documento terá como identificação única do empregado o número do CPF.
  • Os empregadores terão cinco dias úteis, a partir da admissão do trabalhador, para fazer as anotações. O trabalhador deverá ter acesso às informações em até 48 horas, contadas a partir da inscrição das informações.

Registro de ponto

  • A proposta determina que serão obrigatórios os registros de entrada e de saída no trabalho somente em empresas com mais de 20 funcionários. Atualmente, a anotação é obrigatória para empresas com mais de 10 trabalhadores.

Fim de alvará para atividades de baixo risco

A MP prevê o fim do alvará para quem exerce atividade de baixo risco (costureiras e sapateiros, por exemplo). A definição das atividades de baixo risco será estabelecida em um ato do Poder Executivo, caso não haja regras estaduais, distritais ou municipais sobre o tema.

Substituição do e-Social

O Sistema de Escrituração Digital de Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, que unifica o envio de dados sobre trabalhadores, será substituído por um sistema de informações digitais de obrigações previdenciárias e trabalhistas.

‘Abuso regulatório’

A proposta cria a figura do “abuso regulatório”, infração cometida pela administração pública quando editar norma que “afete ou possa afetar a exploração da atividade econômica”. O texto estabelece as situações que poderão ser enquadradas como “abuso regulatório” e determina que normas ou atos administrativos como os descritos abaixo estarão inválidos:

  • criar reservas de mercado para favorecer um grupo econômico em prejuízo de concorrentes;
  • redigir normas que impeçam a entrada de novos competidoresnacionais ou estrangeiros no mercado;
  • exigir especificação técnica desnecessária para o objetivo da atividade econômica;
  • criar demanda artificial ou compulsória de produto, serviço ou atividade profissional, “inclusive de uso de cartórios, registros ou cadastros”;
  • colocar limites à livre formação de sociedades empresariais ou atividades econômicas não proibidas em lei federal.

Desconsideração da personalidade jurídica

  • A desconsideração da personalidade jurídica é um mecanismo estabelecido no Código Civil de 2002 que permite que sócios e proprietários de um negócio sejam responsabilizados pelas dívidas da empresa. A desconsideração é aplicada em processo judicial, por um juiz, a pedido de um credor ou do Ministério Público. A proposta altera as regras para a desconsideração da personalidade jurídica, detalhando o que é desvio de finalidade e confusão patrimonial.

Negócios jurídicos

  • O texto também muda o trecho do Código Civil que trata dos negócios jurídicos — acordos celebrados entre partes, com um objetivo determinado, com consequências jurídicas. A proposta inclui um dispositivo no Código Civil que prevê que as partes de um negócio poderão pactuar regras de interpretação das regras oficializadas no acordo, mesmo que diferentes das previstas em lei.

Documentos públicos digitais

A proposta altera a lei sobre a digitalização de documentos, autorizando a digitalização a alcançar também documentos públicos. Segundo a proposta, os documentos digitais terão o mesmo valor probatório do documento original.

Registros públicos em meio eletrônico

  • A MP prevê que registros públicos, realizados em cartório, podem ser escriturados, publicados e conservados em meio eletrônico. Entre os registros que podem atender às novas regras estão o registro civil de pessoas naturais; o de constituição de pessoas jurídicas; e o registro de imóveis.

Comitê para súmulas tributárias

  • A MP cria um comitê formado por integrantes do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, da Receita Federal, do Ministério da Economia e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O grupo poderá editar súmulas da Administração Tributária Federal, que passarão a vincular os atos normativos praticados pelas entidades.

Fundos de investimento

  • A proposta cria uma série de regras para os fundos de investimento, definidos como “comunhão de recursos” destinados à aplicação em ativos financeiros e bens. A proposta estabelece as regras de registro do fundos na Comissão de Valores Imobiliários, as informações que deverão constar nos regulamentos dos fundos e as regras para solicitar a insolvência.

Fim do Fundo Soberano

  • O texto determina que será extinto o Fundo Soberano, vinculado ao Ministério da Economia.

Fonte: G1

 

As profissões que mais vão crescer até 2023

Levantamento realizado pelo SENAI mostra quais devem ser as áreas do mercado de trabalho e profissões da indústria com maior aumento de empregos nos próximos anos

ão é segredo que a automação está mudando o ambiente de trabalho. Na indústria 4.0, as novas tecnologias tornam o processo de produção mais rápido e eficiente. Ao mesmo tempo, geram uma gama de funções que exigem novas habilidades dos atuais e futuros profissionais. Mais importante do que o trabalho braçal é a capacidade deprogramar um algoritmo ou analisar um relatório de big data. Continuar lendo

O dia em que 90 cachorros invadiram esta empresa e

Funcionários no pet day da MSD Saúde Animal: os cachorros tomaram conta do escritório (Alexandre Battibugli/Você S/A)

Um giro por cinco ações, de diferentes empresas, atualiza o que está acontecendo no mercado de trabalho ao redor do país

 

ENGAJAMENTO

A MSD Saúde Animal, empresa farmacêutica veterinária, rea­lizou no dia 26 de julho a quinta edição de seu pet day, prática que já virou tradição na companhia desde que foi instituída, há três anos. A multinacional reuniu 90 cachorros de seus 380 funcionários no escritório de São Paulo.

E, dessa vez, havia uma novidade: os cães podiam ir fantasiados. Até o CEO da empresa, Delair Bolis, levou seu mascote. “Na hora de trabalhar, você fica com o coração na mão de deixar o cachorro sozinho. Continuar lendo

Emotivo ou Racional? os pontos positivos de cada perfil no trabalho

O relacionamento interpessoal, muitas vezes, é um assunto delicado no ambiente de trabalho. Afinal, a convivência com pessoas diferentes é um desafio, exige jogo de cintura, empatia e sabedoria para uma rotina harmoniosa e produtiva.

Geralmente, os perfis mais comuns são de pessoas racionais e emotivas. Aquelas comandadas pelo lado esquerdo do cérebro são as racionais, ou seja, mais lógicas, matemáticas, lineares, realistas e analíticas. Já as pessoas com predomínio do hemisfério direito são as emocionais, mais criativas, intuitivas, artísticas e com o sentir apurado. Continuar lendo

Como ter inteligência emocional no ambiente de trabalho?

Como blindar nossa mente para não cair nas ciladas emocionais

Nem sempre o ambiente está a nosso favor, gerir nossas emoções não é valido somente para nossa vida pessoal, mas sim para qualquer área de nossas vidas, estamos em um momento onde tudo é muito corrido deixando assim nossas emoções frágeis e estando a mercê dos mais variados sentimentos que na maioria das vezes são negativos. Mas hoje vamos falar de nossas emoções no ambiente de trabalho principalmente quando esse ambiente não é nada agradável e as vezes é um verdadeiro caos. Vale a pena salientar que julgar o ambiente como ele realmente é já facilita, entender que não estamos em um bom ambiente é o primeiro passo para tomar as ações, quantas vezes nos sentimos desmotivados por estarmos em ambientes não favoráveis a uma boa execução de trabalho e também a uma boa saúde de nossas emoções, assim elevamos nosso nível de stress e acabamos desmotivados, o que não é nada bom para ambas as partes. Mas se blindar contra as consequências ruins que os ambientes de caos trazem é necessário. Continuar lendo

O abismo entre ser capaz e ser competente

É muito importante que um bom profissional saiba agir quando solicitado pelo seu chefe

Existe uma lacuna entre conhecer e fazer o que realmente precisa ser feito. É preciso tangibilizar capacidades para desenvolver profissionais cada vez mais competentes

Sabe aquelas tarefas do dia a dia que parecem ser simples? Aquelas que basta alguém com algum conhecimento se dedicar a realizá-las que com certeza serão entregue a contento, mas que, inexplicavelmente, não acontecem?

Estamos em meio a uma grande rede de informações, e muitas delas vêm empacotadas como sendo as mais eficazes soluções; aquilo que a sua equipe, você e a sua empresa com certeza precisam. Olhamos para todo este menu de possibilidades e ficamos encantados com tanta coisa nova e aparentemente útil. Continuar lendo

Informe DBO: Ser Certificado significa Ter Qualidade?

Discussões sobre a gestão (e sua finalidade) ainda hoje são recorrentes, mas, como tornar o Objetivo em Realidade, como transformar o Planejado em Resultado?

Nos últimos tempos me peguei pensando sobre o que é a Gestão e cheguei a seguinte conclusão…. Ela só serve se traz RESULTADOS!

Peguemos como exemplo a polêmica recente a respeito da obrigatoriedade legal do uso da cadeirinha para crianças nos veículos em todo o território nacional.

Deixando de lado questões Políticas, muito se disse sobre a necessidade de se manter a obrigatoriedade da mesma, sendo eu um dos que defendem seu uso.

Mas, caso ela deixe de ser obrigatória, eu a deixarei de usar? A resposta é não!

Quando realizamos algo pelo simples fato de ser “obrigatório”, ou por ser “regra da empresa” ou simplesmente para “cumprir um protocolo”, esquecemos do mais importante…. “Porque eu faço o que faço!”

Durante uma reunião com um potencial cliente, sobre a implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade com base na ISO9001.2015, o mesmo me disse “Eu não quero um certificado, mas sim, uma empresa com qualidade!”

Um Sistema de Gestão DEVE SER MAIS QUE PAPEL E REGRAS, deve ser REAL e PRÁTICO, além de trazer RESULTADOS!

Por mais Sistemas de Gestão da Qualidade com QUALIDADE

Autor: Diego Barreto de Oliveira

7 dicas para ultrapassar a barreira da falta de experiência

Com o final das férias de julho, muitos jovens voltam aos estudos, mas também iniciam sua entrada no mercado de trabalho em busca de estágio ou uma vaga de trainee. Esse é um momento em que muitos encontram dificuldades e desmotivação ao buscar um emprego por conta da pouca experiência profissional ou da falta dela.

Por essa razão, outros quesitos podem contar na hora de uma entrevista de emprego. Além do fato da experiência nem sempre ser necessária, conta muito ter uma boa comunicação ou até experiências extracurriculares, como um curso de inglês, que podem ser a chave para conseguir um emprego.

Confira sete dicas valiosas que profissionais da Hays – líder mundial em recrutamento –  preparam para pleitear uma vaga no início da carreira: Continuar lendo

Conheça a Ferramenta Avaliação 360 graus – Business coaching

É muito importante que um bom profissional saiba agir quando solicitado pelo seu chefe

Já imaginou a situação de um médico que receite um remédio para um paciente sem nem mesmo ter um diagnóstico? É uma situação absurda de ser imaginada – e no mundo corporativo, o diagnóstico tem grande valor na perspectiva de crescimento das pessoas, e consequentemente do negócio.A ferramenta de Avaliação 360 graus surge como uma solução para diagnosticar a relação das pessoas dentro de um grupo, e é amplamente utilizada no mundo corporativo para avaliação de gestores e líderes.

Já imaginou a situação de um médico que receite um remédio para um paciente sem nem mesmo ter um diagnóstico? Continuar lendo

3 Técnicas Para Tornar Os Treinamentos Mais Envolventes E Atrativos

empresas preocupadas em oferecer condições para aprendizagem e crescimento profissional – também em termos acadêmicos – se tornam muito mais atrativasMuitos profissionais exercem funções que não gostam de executar.

E o panorama não apresenta melhora à medida que boa parte dos treinamentos é repetitivo, monótono e, por consequência, deixa o colaborador ainda mais desestimulado e desinteressado, o que impacta diretamente em sua produtividade.

De acordo com uma pesquisa recente da Isma Brasil (International Stress Management Association), 40% dos trabalhadores estão insatisfeitos com o seu cargo atual e 64% gostariam de trocar de emprego. Além disso, no ano passado o Ministério do Trabalho divulgou uma alarmante estatística: entre 2012 e 2016, 79% da população se afastou do trabalho por conta de doenças psicológicas. A instituição indica que a principal responsável por estes casos é a depressão (30,67%), seguida pela ansiedade (17,9%). Continuar lendo

MTPLUS Atibaia inaugurou nova sede e ampliou o atendimento

A empresa, referência em Medicina e Segurança do Trabalho na região Bragantina e Sul de Minas, completou 15 anos em grande estilo, inaugurando as novas instalações da unidade Atibaia.

Desde a sua formação, a MTPLUS se propôs a ouvir os clientes e entender quais eram as suas expectativas e dificuldades para melhorar a segurança e a saúde dos trabalhadores. Através de uma equipe de segurança do trabalho altamente qualificada para reconhecer e avaliar os agentes de risco que permeiam as atividades nos ambientes laborais e implementar as medidas de controle mais adequadas para cada tipo de empresa, aliados a uma equipe médica capacitada e atuante para examinar os trabalhadores, a MTPLUS conseguiu entregar aos seus clientes resultados e melhorias na prevenção de doenças e acidentes de trabalho.

Baseados nesta capacidade de ouvir os clientes e de entregar soluções, convidamos os clientes a uma parceria de longo prazo. Desta forma, a MTPLUS teve um grande crescimento desde 2004, sendo hoje uma das maiores e mais respeitadas empresas da região, estando os profissionais Dr. Marcos Welber Nascimento e Daniel Rocha de parabéns pelos excelente serviços prestados e pelo espírito empreendedor. Continuar lendo

5 tipos de atitudes tóxicas que muita gente insiste em ter no trabalho

conviver com pessoas as quais divergimos é complicado

Não arrisque sua carreira com comportamentos no ambiente de trabalho, indica Sofia Esteves, da Cia. de Talentos

Você estuda, se dedica à empresa e, certamente, acredita que seu talento deve ser reconhecido e valorizado, correto? Mas, e se eu te disser que suas habilidades técnicas não são as únicas responsáveis pelo seu futuro profissional?

A forma como você se relaciona, com parceiros de trabalho, clientes e fornecedores é constantemente observada, tanto pelos gestores, como pelos próprios colegas.

“São os passos que fazem o caminho”, já dizia o poeta Mario Quintana – e mesmo que você tenha competência de sobra, se o seu comportamento prejudicar o bem-estar da equipe, ou a imagem da empresa, seus talentos perdem o brilho e ficam por trás de uma imagem de profissional tóxico. Continuar lendo

Como lidar com colegas e chefes mentirosos

Mentir é humano, mas tem limite. Entenda até onde isso é aceitável nas relações de trabalho e quando pode ter consequências sérias

Fale a verdade: você já contou alguma mentira no trabalho? Você pode não se lembrar ou não querer admitir, mas o mais provável é que sim. Quem garante são os especialistas em comportamento, que definem a mentira como uma espécie de estratégia de defesa necessária à sobrevivência em sociedade.

“Onde houver relações humanas haverá mentira”, diz Luiz Scocca, psiquiatra da Associação Brasileira de Psiquiatria. “Falar a verdade o tempo inteiro é tão raro quanto seria contraproducente para uma boa socialização.”

Há quem diga que a presença da mentira obedece ao princípio de Pareto (também conhecido como regra dos 80/20): 20% das pessoas contam 80% das lorotas e os 80% restantes falam os outros 20%. Ou seja, uns inventam mais, outros menos, mas todo mundo mente. Continuar lendo

Você sabe o que responder numa entrevista de emprego? Especialistas ensinam

Para recrutadores, admitir fragilidades, falar moderadamente e não contar sobre o que não foi questionado ajuda a ter sucesso em entrevista

Em um país com 13 milhões de desempregados, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pressão de chegar a uma entrevista de emprego pode ser ainda maior para o candidato. E o que responder ao recrutador, sem perder as chances de contratação assim que abrir a boca?

Ouvimos especialistas de recursos humanos para saber o que o candidato deve fazer antes e durante a entrevista, para aposentar as respostas clichês e deixar a insegurança de lado.

“Há o mito de que o recrutador está ali para te prejudicar, para fazer pegadinha. O outro lado precisa saber o quanto a gente também quer alguém para aquela vaga. No fim do dia, o objetivo dos dois é o mesmo”, diz a diretora da Cia de Talentos, Juliana Nascimento, que trabalhou por dez anos recrutando novos funcionários. Confira as dicas a seguir. Continuar lendo