Conheça o sistema que substituirá eSocial

Com a aprovação do relatório da MP da liberdade econômica pela Comissão do Congresso, que extinguiu o eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas), os empregadores brasileiros terão mais facilidade e economizarão tempo na hora de enviar as informações dos funcionários para o governo.

De acordo com o anúncio do secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, a partir de janeiro de 2020, duas novas plataformas serão criadas, uma para o Trabalho e Previdência e outra para a Receita Federal. O acesso ao novo sistema será diferenciado conforme o porte da empresa, o que facilitará ainda mais para as micro e pequenas empresas. Continuar lendo