Você sabe o que responder numa entrevista de emprego? Especialistas ensinam

Para recrutadores, admitir fragilidades, falar moderadamente e não contar sobre o que não foi questionado ajuda a ter sucesso em entrevista

Em um país com 13 milhões de desempregados, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pressão de chegar a uma entrevista de emprego pode ser ainda maior para o candidato. E o que responder ao recrutador, sem perder as chances de contratação assim que abrir a boca?

Ouvimos especialistas de recursos humanos para saber o que o candidato deve fazer antes e durante a entrevista, para aposentar as respostas clichês e deixar a insegurança de lado.

“Há o mito de que o recrutador está ali para te prejudicar, para fazer pegadinha. O outro lado precisa saber o quanto a gente também quer alguém para aquela vaga. No fim do dia, o objetivo dos dois é o mesmo”, diz a diretora da Cia de Talentos, Juliana Nascimento, que trabalhou por dez anos recrutando novos funcionários. Confira as dicas a seguir. Continuar lendo

4 atitudes que farão você se destacar na busca por um emprego

Humanizar os processos seletivos é tendência na Gestão de PessoasEm um cenário onde 1 a cada 4 brasileiros é subutilizado pelo mercado de trabalho, ter destaque nunca foi tão importante

Hoje, no Brasil, uma a cada quatro pessoas são subutilizadas no mercado de trabalho, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua divulgada em 28 de junho. Ou seja, um a cada quatro de nós está desempregado, trabalha menos do que poderia, não procurou emprego mas está disponível para trabalhar ou até procurou emprego mas não estava disponível para a vaga.

Lidar com esse tipo de notícia sempre é algo complicado e até assustador — tanto por criar uma noção da nossa realidade que não parece promissora quanto por não nos dar uma ideia mais palpável de como podemos mudar esse caminho. Afinal, esses últimos dados do IBGE que equivalem ao período de março, abril e maio deste ano, demonstram um aumento na subutilização da força de trabalho, ao mesmo tempo em relação ao trimestre anterior e ao mesmo período em 2018. Continuar lendo