Demissão: precisamos falar disto

Importante refletir, pensar e principalmente analisar as consequências na hora de saída, para que não seja uma troca de 6 por meia dúziaImportante refletir, pensar e principalmente analisar as consequências na hora de saída, para que não seja uma troca de 6 por meia dúzia

Recentemente a IBM (aquela dos computadores nos anos 90, a mesma da inteligência artificial que venceu no xadrez, aquela que tem o Watson, a mais conhecida IA do mundo) afirmou que tem uma patente (registro) de uma maneira tecnológica de prever se um colaborador/funcionário irá pedir ou não demissão com percentual de acerto de 95%.

Seria isto bom ou ruim?

Já pensou em ter uma tecnologia para avaliar colaboradores e poder pensar se vai ou não investir em alguém, já que se as chances são desta pessoa não ficar, porque insistir em treinar, ensinar, dar chances e mudar? Continuar lendo