A importância do RH estratégico no processo de recrutamento

Pesquisa alerta para lentidão nos processos de recrutamento e seleção de candidatos

Certamente você já deve ter participado de um processo de entrevista para um emprego dos sonhos – que muito provavelmente foi longo e desgastante – e, ainda por cima, recebeu um retorno e feedback tardio sobre aprovação ou não. Isso quando recebe o feedback.

Processos de recrutamento longos, complexos e com retorno muitas vezes demorado estão prejudicando as chances que uma empresa tem de contratar os melhores talentos no mercado. Mesmo com a tecnologia jogando a favor com a área de Recursos Humanos, ainda existem processos que desgastam candidatos pelo tempo de duração e burocracia.

De acordo com pesquisa da Robert Half, realizada em dezembro de 2017 e janeiro de 2018, com base na percepção de 9 mil candidatos a emprego na Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, França, Alemanha, Hong Kong, Holanda, Singapura, Suíça e Reino Unido, 84% dos 1000 profissionais brasileiros entrevistados já aceitaram uma segunda opção de oportunidade de emprego porque o empregador de sua preferência demorou muito para responder. Na média global, esse índice cai para 67%.

Outro dado de destaque do estudo que chama a atenção é que mais da metade dos candidatos brasileiros, 55%, teve que esperar um mês ou mais para ter um retorno relativo ao processo para o qual foram entrevistados: 22,1% esperou um mês; 6,3%, seis semanas; 10,8%, dois meses; 6,2%, três meses; 3,9%, seis meses; e 5,7% só receberam contato após mais de seis meses. Apenas 4,1% tiveram um feedback no mesmo dia.

“O processo de recrutamento deve ser entendido pelas empresas como uma ação estratégica, principalmente em momentos de retomada do mercado, quando a disputa por profissionais talentosos fica ainda mais acirrada”, ressalta Fernando Mantovani, diretor-geral da Robert Half, que completa: “É preocupante saber que, mesmo cientes das próprias qualidades, tantos candidatos estão recusando o emprego de seus sonhos porque tiveram que esperar tempo demais para o retorno de uma entrevista”.

Período ideal para retorno

Com relação ao prazo ideal para retorno sobre uma entrevista de emprego, 37,8% dos profissionais brasileiros entrevistados disseram estar dispostos a esperar até uma semana, 27,3% acreditam que duas semanas é o período ideal e 19,3% esperariam até um mês.

A pesquisa traz um importante alerta para que os RH das empresas controle o tempo para retorno ao candidato sobre uma vaga em que ele participou, e que este retorno venha com um feedback qualitativo. São nas entrevistas que os candidatos têm o primeiro e principal contato. É neste momento em que o RH estratégico pode fazer a diferença ao apresentar a melhor imagem da empresa a ponto que o candidato advogue por ela, ao reconhecer a qualidade no tratamento de todo o processo seletivo que participou.

Fonte: Melhor Gestão de Pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s