Profissionais perdem medo de pedir apoio emocional

Um giro por cinco ações, de diferentes empresas, atualiza o que está acontecendo no mercado de trabalho ao redor do país

Um levantamento da Optum, empresa de serviços de saúde, revela que os profissionais brasileiros estão buscando cada vez mais ajuda nos programas de apoio aos empregados para resolver problemas emocionais.

Dos 32 000 atendimentos realizados ao longo de 2018, 41% estavam relacionados a questões desta natureza, que incluem situações de estresse e depressão. Já 32% foram atrás de auxílio jurídico, como orientação em separações e pedidos de pensão.


DIVERSIDADE 

Além do discurso

Em parceria com o coletivo Batekoo, a fabricante de bebidas Pernod Ricard, por meio da Absolut, uma de suas marcas, criou um programa de capacitação para profissionais da comunidade LGBTI+.

Batizado de “Projeto AB”, a iniciativa oferece mais de 20 cursos, oficinas e workshops sobre atividades como bartender, DJ, fotógrafo, hostess, além de abordar temas relacionados a produção cultural, economia doméstica e empreendedorismo.

 

“Temos cursos diversos e com durações que vão de 4 horas a várias semanas”, afirma Patricia Cardoso, diretora de marketing da Pernod Ricard. Desde junho, quando teve início o projeto, já foram treinadas 133 pessoas e a expectativa é capacitar 800 profissionais até dezembro.

No final do curso, todos os participantes têm o currículo encaminhado a empresas parceiras. “Esse projeto veio para aumentar o apoio da marca Absolut à comunidade LGBTI+, principalmente porque essa população sofre discriminação no mercado de trabalho”, completa a executiva.


TREINAMENTO

Pólis corporativa

Além de programação ou de outros temas relacionados ao mundo da tecnologia, na LinkApi, startup de desenvolvimento de softwares, os funcionários recebem um treinamento diferente.

A cada 15 dias, o CEO da empresa, Thiago Lima, formado em desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Filosofia Aplicada ao Mundo dos Negócios, ministra aulas de filosofia para os 50 empregados da empresa.

As palestras, abertas e sem grade fixa, abordam temas variados, como epistemologia, teoria do conhecimento, ciência política e dialética. Segundo Thiago, o feedback dos funcionários tem sido positivo.

“Escuto, com frequência, eles dizerem que o conhecimento das aulas os ajuda a tomar decisões mais inteligentes”, afirma.


ENGAJAMENTO

Sucesso compartilhado

Uma pesquisa publicada em agosto pela Conquer, escola especializada em treinamento de lideranças, apontou que os gestores valorizam o reconhecimento público como forma de engajar as equipes.

De acordo com o estudo, que ouviu 1 700 líderes, cerca de 47% deles comemoram os resultados positivos junto com os funcionários.

Ainda segundo o levantamento, o feedback é visto como estratégico e 93% acreditam que haja mudança de comportamento de seus times após as conversas sobre performance.


RESPONSABILIDADE SOCIAL

Referência mundial

Profissionais recebem treinamento na sede da Nestlé: o programa de capacitação para jovens de baixa renda formou 200 pessoas | Foto: Divulgação

Desde 2015, a multinacional de alimentos Nestlé oferece um programa de capacitação para jovens de baixa renda nos 13 países da América Latina em que atua.

No Brasil, o projeto tem parceria com Senac, ETECs e ONG, acontece duas vezes por ano e disponibiliza 80 vagas para pessoas entre 16 e 30 anos. Os selecionados têm de cursar gastronomia em uma das instituições parceiras.

O grupo tem a oportunidade de passar dois dias na sede da Nestlé, em São Paulo, onde aprende técnicas de culinária, nutrição e manejo de produtos.

Alguns dos integrantes recebem especialização em confeitaria. “mudamos a vida dessas pessoas. Uma delas se tornou subchefe de confeitaria no Hotel Hyatt, outra foi morar na Espanha”, diz Flávia Sá, gerente da Nestlé Professional.

O sucesso da iniciativa, que atendeu cerca de 200 jovens brasileiros, é tanto que, em agosto, o programa se tornou global.

 

Fonte: Você S/A

 

Como o RH pode ajudar a força de Vendas a chegar longe

A atuação de um representante de vendas é primordial para a relação entre indústria e médicos, clínicas e hospitais.

É um elo entre profissionais da saúde e o que há de mais atual em termos de informações de tratamentos e pesquisa clínica. Falar da importância do propagandista para as companhias pode soar redundante – o reconhecimento de seu papel estratégico é obrigação, especialmente em um mundo onde conquistar clientes e parceiros é cada vez mais desafiador. Para que o representante cumpra sua função com excelência, precisa estar munido de embasamento científico, teórico e prático. E, desse ponto de vista, é dever da empresa empregadora tornar possível o acesso a treinamentos, estimulando a cultura de autodesenvolvimento contínuo. Na prática, cabe ao RH encontrar a melhor forma de aumentar a produtividade das equipes de vendas. Continuar lendo

Informe Odontoclinic: Como saber se estou com placa bacteriana e tártaro?

A placa bacteriana, nada mais é do que uma película pegajosa que se forma sobre os dentes e também na região das gengivas, devido, principalmente, ao acúmulo de bactérias e restos de alimentos. Por sua vez, o tártaro é a placa bacteriana endurecida, que permanece nos dentes e na gengiva devido à falta de escovações regulares e corretas. Portanto, se você notar a presença de uma camada viscosa sobre os dentes ou de manchas amareladas (tártaro), é essencial procurar um dentista.

Embora seja muito comum, caso não sejam tratados, tanto o tártaro quanto a placa bacteriana podem gerar problemas mais graves, como cáries, gengivite e até mau hálito. Continuar lendo

Satisfação não é engajamento. não se iluda, RH

Pesquisas de satisfação de colaboradores são ferramentas comumente utilizadas nas empresas para nortear o trabalho da área de pessoas.

Ao apresentar uma abordagem transacional, tratando de questões elementares, como remuneração e benefícios ou associadas a perks (componentes oferecidos que fazem parte da cultura da empresa, como horário flexível, snacks grátis, entre outros), seus resultados apontam exclusivamente para oportunidades de melhorias incrementais em processos e programas corporativos já existentes. Tudo isso é, muitas vezes, encarado pelas pessoas como commodities. Continuar lendo

10 habilidades imprescindíveis para qualquer profissional

Todos querem trabalhar numa excelente corporação. Todos querem estar nas “Melhores Empresas Para Se Trabalhar”.

O que nem todos captam é que quem faz esta ou aquela empresa ser uma organização bem quista por todos são as pessoas. São os funcionários, os capitais humanos, que fazem com que uma empresa cresça e se multiplique em seu nicho mercadológico. Logo, o que faz uma empresa ser melhor para se trabalhar é a própria pessoa que nela atua.

Várias pessoas têm conversado comigo, seja após minhas palestras, seja quando me contratam para ministrá-las, e me perguntam quais habilidades esses profissionais devem ter para fazer de qualquer organização uma empresa melhor. Como estou sempre observando o ambiente onde me encontro para identificar tendências e analisar como é o comportamento das pessoas, pude perceber quais são as necessidades das organizações e quais são os profissionais que estão um passo a frente dos demais. Continuar lendo

Entre na Trilha dos Vencedores!

A maioria das pessoas desejam ter sucesso na vida, porém poucos são aqueles que alcançam este objetivo. Por quê? Nem todos estão dispostos a fazer o que é necessário para serem bem-sucedidos.

 

As palavras vitorioso e vítima tem o mesmo radical, as letras VIT. Ou seja, todos passam pelos mesmos problemas e dificuldades, porém, como eles reagem e respondem aos desafios determinará o resultado. Os VIToriosos aprendem com cada situação, se levantam e seguem em frente. Já as VÍTimas, apanham e reclamam de tudo e permanecem estagnadas.

 

Nestes 20 anos viajando o mundo como escritor e palestrante observei que todas as pessoas que haviam realizado algo significativo na vida, enfrentaram grandes desafios e dificuldades. Todos fracassaram rumo ao sucesso, porém, não se tornaram fracassados.  Cheguei à conclusão que na jornada em direção da realização dos seus sonhos, todos enfrentaram os mesmos problemas. Apesar de serem de países e épocas diferentes, todos  passaram pelo mesmo processo, pela mesma estrada, pela mesma jornada. Eles tiveram medo, arriscaram, não tinham os recursos necessários, enfrentaram oposição, foram criticados, atacados e desacreditados, ganharam e perderam dinheiro, creram em Deus, tiveram fé, lutaram, perseveraram e finalmente venceram.

“A estrada do sucesso permanente é construída sobre ruas de fracassos temporários.” Continuar lendo

A empresa pode determinar que funcionário seja revistado?

Advogado Marcelo Mascaro explica quais são os limites legais para determinação de revista em funcionários

Em algumas atividades empresariais, por vezes, observa-se a prática de o empregador determinar a revista em seus funcionários, com objetivo de evitar furtos ou garantir que mercadorias de consumo controlado não sejam destinados a terceiros não autorizados, como pode ocorrer com certos medicamentos ou munição de armas de fogo.

Apesar disso, todo trabalhador tem garantido o seu direito à intimidade e, dessa forma, os tribunais trabalhistas entendem que existem alguns limites às revistas realizadas pela empresa. Continuar lendo

Por que não omitir experiências de trabalho informal do currículo

Especialista destaca motivos para não omitir as atividades informais no momento de atualizar o currículo e explica em que momentos elas podem ser usadas como diferencial

 

O ano de 2018 foi marcado pela maior taxa do trabalho informal desde 2012: foram 11,2 milhões de trabalhadores informais no setor privado, além dos 23,3 milhões que estavam trabalhando por conta própria. Muitos destes profissionais atuavam nesse formato enquanto continuavam sua busca por uma oportunidade CLT, porém, acabavam não acrescentando ao CV a experiência adquirida no período de trabalho sem registro em carteira. Continuar lendo

Ansiedade e Burnout: quando transtornos impactam o gestor

Segundo pesquisa da empresa de recrutamento Robert Half, os profissionais brasileiros são os mais estressados do mundo.
A empresa entrevistou quase 1.800 gestores de RH em 13 países e constatou que o profissional brasileiro é o que mais sofre com a pressão e o excesso de trabalho. De acordo com a pesquisa, 52% dos entrevistados reclamaram da alta carga de trabalho, e 44% sentem falta do reconhecimento de seus esforços.
Não é à toa que muitos profissionais acabam desenvolvendo transtornos de ansiedade. Os mais comuns são: transtorno de ansiedade generalizada, transtorno de pânico, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno de estresse pós-traumático, fobia social e fobias específicas.

Continuar lendo

Home Office, uma boa ou não? Quem ganha com isso?

A prática do home office está cada vez mais comum dentro das corporações, e é uma ótima medida em prol da humanização.

Um estudo realizado pela Universidade Stanford concluiu que pessoas que trabalham em casa apresentaram 13% de aumento na performance de suas atividades, além de ficarem menos doentes. Doenças como depressão e ansiedade já se tornaram comuns nos tempos atuais e, muitas vezes, aparecem por conta de um ambiente exaustivo de trabalho, em que o colaborador efetua suas atividades de modo automático e não consegue resultados. Continuar lendo

Google, Danone e mais 67 empresas com vagas de estágio e trainee

Mais de 36 empresas procuram estagiários e traineesA Vale e a Azul também estão na lista de empresas recrutando profissionais em começo de carreira

São Paulo – Mira uma vaga de trainee ou estágio? Confira as oportunidades disponíveis nos programas com inscrições abertas em ordem crescente de término do prazo.

Facebook – estágio
São vagas para áreas de vendas e operações, parcerias de mídia na América Latina e na área de engenharia de soluções..Estudantes de qualquer curso, com previsão de formatura entre dezembro de 2020 e julho de 2021 e nível intermediário de inglês podem se inscrever.. A empresa quer que jovens de todo o Brasil se inscrevam para o programa, ajudando com custos durante a seleção. Continuar lendo

A importância do marketing pessoal para o sucesso profissional

Marketing pessoal nunca foi tão relevante para o sucesso profissional como na atualidade

Em um mercado cada vez mais competitivo, “apenas” ser competente pode não ser suficiente para que um profissional consiga se manter e até almejar crescimento corporativo. É preciso ir além. Mais do que cumprir com as obrigações inerentes ao cargo, é necessário que isso seja mostrado a quem está ao redor, tanto abaixo como – e sobretudo – acima na cadeia hierárquica. Em suma, mais do que ser um bom profissional, é necessário fazer com que isso transpareça aos olhos dos seus pares, sejam eles chefes ou subordinados. Continuar lendo

Assédio no ambiente de trabalho: o que é e como prevenir

O assédio, seja ele moral ou sexual, é um problema sério enfrentado pelas organizações.

Cada vez mais funcionários têm levados casos de abuso à Justiça, o que gera prejuízos para a empresa, não apenas financeiros como também de imagem perante a sociedade, parceiros e investidores.

Os casos de assédios atingem homens e mulheres em qualquer nível hierárquico e podem levar a vítima a ter sérios problemas físicos e/ou psicológicos, podendo atingir sua vida pessoal e até interromper a carreira profissional.

A empresa, mesmo que não compactue com as atitudes de abuso, responde legalmente por elas,  pois o empregador deve zelar pela integridade psíquica, bem-estar e saúde de seus funcionários. Portanto, é imprescindível que a organização atue na prevenção e também saiba identificar e diferenciar os tipos de assédio. Continuar lendo

Saiba como e por que contratar um trabalhador temporário

A cada dia surgem novos modelos de negócios e novas oportunidades de trabalho, e as alterações introduzidas pela Lei 13.429/17 na Lei do Trabalho Temporário tornam esta opção ainda mais viável para as empresas que utilizam força de trabalho extra e sazonal, facilitando a contratação de temporários. Entenda melhor esse processo com algumas dicas e cuidados importantes para se ter na hora de contratar uma empresa qualificada de fornecimento de temporários.

Contratando um Temporário:

Continuar lendo

Construtora investe na gestão de RH e promove ações

Aproximar-se dos seus mais de 350 funcionários foi a solução encontrada pela MPD Engenharia para lidar com o desafio de gestão de pessoas no seu negócio, que lida com disparidades enormes na mão de obra.

A empresa criou há três anos o projeto Nossa Gente para conhecer melhor os seus colaboradores e, desde então, vem aproveitando o conhecimento para orientar suas ações de RH. Surgiram treinamentos, ações colaborativas e até alguns mimos que, neste ano, foram reconhecidos pelo Master Imobiliário na categoria “Gestão de Recursos Humanos”. Continuar lendo

Tudo o que você precisa saber sobre o FGTS

Tudo que você precisa saber sobre FGTS

Entenda todas as alterações e novas regras do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, após o atual presidente assinar a Medida Provisória

A partir desse mês de setembro, todos os trabalhadores com carteira assinada começaram a ter o direto de sacar R$500 do FGTS.  Isso foi permitido depois de muitas discussões dentro do Ministério da Economia.

 

A Medida Provisória, assinada pelo ministro e pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no mês de agosto, prevê a liberação de R$ 28 bilhões das contas do Fundo neste ano e mais R$ 2 bilhões das contas do PIS/Pasep. Ressaltando que o valor total das contas do PIS/Pasep é de R$ 23 bilhões, mas o governo e a caixa vão só liberar o valor total no começo de 2020.

 

No ano passado, após R$44 bilhões serem injetados na economia, o número de trabalhadores que conseguiram resgatar o dinheiro das contas inativas representava 25 milhões de pessoas. Já neste ano, a previsão é de que 96 milhões de trabalhadores sejam beneficiados com a medida. E para 2020, a estimativa é que sejam liberados outros R$12 bilhões apenas do FGTS. 

 

Segundo a pesquisa do Datafolha, menos de metade dos brasileiros que tem conta ativa ou inativa do FGTS, pretende sacar até R$500 do fundo. Mas a outra parte, que representa 52% não prevê o saque, e os 2% restantes não sabem da existência de tal programa.

 

O que é o FGTS?

O FGTS é um fundo no qual todo início de cada mês, os empregadores depositam em contas abertas na Caixa, em nome dos empregados, o valor correspondente a 8% do salário de cada funcionário. 

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador demitido sem justa causa, mediante a abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho.

O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados que, em algumas situações, podem dispor do total depositado em seus nomes.

 

O que são contas ativas e inativas?

As contas ativas são aquelas vinculadas a contratos efetivos de trabalho, as quais recebem depósitos mensais pelo empregador. Já as contas inativas, são vinculadas a contratos extintos que não tenham sido esvaziadas no momento do fim do período de trabalho, por não ter se enquadrado em uma das regras de saque que serão explicadas abaixo.

 

Quem tem direito ao FGTS?

Todos os trabalhadores regidos pela CLT que firmaram contrato de trabalho a partir de 05/10/1988. Antes dessa data, a opção pelo FGTS era facultativa. Também têm direito ao FGTS os trabalhadores rurais, os temporários, os intermitentes, os avulsos, os safreiros (operários rurais, que trabalham apenas no período de colheita) e os atletas profissionais (jogadores de futebol, vôlei, etc.). O diretor não-empregado poderá ser equiparado aos demais trabalhadores sujeitos ao regime do FGTS. 

 

Foi facultado ao empregador doméstico recolher ou não o FGTS referente ao seu empregado até 30/09/2015, mas a partir de 01/10/2015 o recolhimento passou a ser obrigatório. E vale ressaltar que a escolha pelo FGTS do facultado (antes de 01/10/2015), estabelece a sua obrigatoriedade enquanto durar o vínculo empregatício. O FGTS não é descontado do salário, é obrigação do empregador.

Como funciona o saque?

O saque no novo programa do governo começa no dia 13 de setembro para os que têm conta na Caixa Econômica. E esses representam, aproximadamente, 33 milhões de trabalhadores, segundo dados do banco. E esses clientes receberão automaticamente até o valor máximo de R$500 por conta de FGTS.

 

Modalidade Opcional: 

 

NASCIDOS EM

A PARTIR DE 

Janeiro e fevereiro

Abril a junho de 2020

Maio e junho

 Junho a agosto de 2020

Julho

Junho a setembro de 2020

Agosto

Agosto a outubro de 2020

Setembro

Setembro a novembro de 2020

Outubro

Outubro a dezembro de 2020

Novembro

Novembro a janeiro de 2021

Dezembro

Dezembro a fevereiro 2021

 

Saque imediato: 

 

NASCIDOS EM

PODEM SACAR A PARTIR DE

Janeiro, fevereiro, março e abril

13 de setembro

Maio, junho, julho e agosto

13 de setembro

Setembro, outubro, novembro e dezembro

9 de outubro

 

O pagamento do FGTS vai até 31 de março de 2020 e as contar devem ter sido abertas até 24 de julho deste ano, que foi quando a medida provisória foi divulgada.

 

E para os 63 milhões de brasileiros que não têm conta na Caixa Econômica, o saque será de acordo com a data de aniversário do trabalhador. E as informações sobre como será feito o saque aniversário serão divulgadas pela Caixa no dia 1 de outubro.

 

NASCIDOS EM

PODEM SACAR A PARTIR DE

Janeiro 

18 de outubro

Fevereiro

25 de outubro

Março 

8 de novembro

Abril 

22 de novembro 

Maio 

6 de dezembro

junho

18 de dezembro

Julho 

10 de janeiro de 2020

Agosto 

17 de janeiro de 2020

Setembro

24 de janeiro de 2020

Outubro

7 de fevereiro de 2020

Novembro

14 de fevereiro de 2020

Dezembro

6 de março de 2020

 

A medida deve injetar R$30 bilhões na economia neste ano e beneficiar 96 milhões de trabalhadores, segundo o Datafolha. Mas de acordo com as contas da Caixa, 106 milhões terão direito ao benefício.

 

E para ter acesso aos saques de aniversário e não mais ao Saque Rescisão, é necessário comunicar essa intenção à Caixa Econômica Federal a partir de outubro deste ano.

 

Caso o trabalhador opte por esse modelo, não poderá sacar o valor total em caso de demissão sem justa causa. Apenas será possível retornar à modalidade antiga dois anos após a solicitação “por questão de previsibilidade do fundo”, segundo o próprio governo.

 

Isso quer dizer que se uma pessoa solicitar o saque de aniversário em outubro desde ano e forma demitida em novembro, ela não terá acesso ao saque do valor total da cota, como teria normalmente. E apenas no caso do trabalhador fazer a solicitação de retorno à regra no mesmo mês da demissão, será possível retornar à modalidade antiga no mês de novembro de 2021.

 

Segundo o Ministro, Paulo Guedes, as mudanças não excluem as regras de saque já existentes. “É uma oportunidade de acesso, de escolha. O que estamos fazendo é para sempre, é um salário extra. É uma escolha”, afirmou.

Quando é possível sacar o FGTS?

  • Demissão sem justa causa
  • Término do contrato por prazo indeterminado
  • Aposentadoria
  • Estágio terminal de doença grave
  • Falecimento do trabalhador
  • Idade igual ou superior a 70 anos
  • Rescisão por falência, falecimento do empregador individual, empregador doméstico ou nulidade do contrato
  • Aquisição da casa própria, liquidação ou amortização de dívida ou pagamento de parte das prestações se financiamento habitacional
  • Permanência da conta vinculada por três anos ininterruptos sem crédito de depósitos, cujo afastamento do trabalhador tenha ocorrido até 13/07/1990

De quem é a responsabilidade de pagar o FGTS?

O empregador ou o tomador de serviços faz o depósito na conta vinculada ao FGTS do trabalhador. O valor será o correspondente a 8% do total bruto das verbas salariais recebidas pelo empregado (salário, horas extrasadicional noturno, entre outras. Já para os contratos de aprendizagem, o percentual é reduzido para 2%.

 

O depósito pode ser feito até o dia 7 de cada mês. E lembre-se: o FGTS não é descontado do salário do empregador, mas sim depositado nela.

 

Como consultar o FGTS? 

O saldo do FGTS pode ser consultado pelo empregador via internet, SMS ou aplicativo. Mas para todas essas opções é necessário fazer um breve cadastro no site da Caixa:

 

1) Informar o número do PIS/NIS/PASEP

2) Ler o regulamento e depois selecionar a opção “aceitar”

3) Preencher os dados pessoais obrigatórios

4) Cadastrar uma senha de até 8 dígitos

 

O que mudou? 

A Medida Provisória assinada ampliou as possibilidades de saques do fundo. Uma dessas possibilidades é o saque individual, de no máximo R$500 reais por conta do fundo. Se você tem várias contas, entre inativas e ativas, pode sacar até R$500 de cada uma delas entre setembro deste ano e março de 2020. Mas o calendário específico ainda vai ser divulgado pela Caixa Econômica.

 

 

O saque único é para todas as contas do FGTS, tanto ativas, como inativas. E a partir de 2020 haverá mais uma: o saque-aniversário que explicamos na tabela do começo do texto. Com essa opção, o trabalhador pode fazer saques anuais no mês do aniversário.

 

Nesta opção, o limite de saque vai variar conforme o valor do saldo que o trabalhador tem, variando de 5% a 50%. Quanto maior o valor do saldo, menor o limite de saque. E quanto menor o saldo, maior é o limite.

 

SALDO DA CONTA

%

PARCELA A SER SACADA

Até R$500,00

50%

0

De R$500,01 a R$1.000,00

40%

R$50,00

De R$1.000,01 a R$5.000,00

30%

R$150,00

De R$5000,01 a R$10.000,00

20%

R$650,00

De 10.000,01 a R$ 15.000,00

15%

R$1.150,00

De R$15.000,01 a R$20.000,00

10%

R$1.900,00

Acima de R$20.000,01

5%

R$2.900,00

 

Quanto rende o FGTS? 

Pelo fato de sua rentabilidade ser muito baixa, perdendo para a poupança e rendendo menos que a inflação há 20 anos, o FGTS é conhecido como um dos menos lucrativos investimentos.

 

E anunciado pelo governo como um “aumento na remuneração do fundo”, a nova regra que veio junto as mudanças aumenta de 50% para 100% o percentual do lucro do fundo, anualmente distribuído aos trabalhadores.

 

Com isso, o valor do fundo vai render os 3% ao ano previstos e lei, acrescido da atualmente zerada Taxa Referencial, mais o percentual do lucro líquido do ano anterior. Tudo isso de acordo com o valor disponível em cada conta. 

 

E se meu gestor não depositar o FGTS? 

Em todo negócio com colaboradores e empregados, é imprescindível que haja uma boa gestão desses funcionários. Principalmente pelo fato de que uma gestão organizada e eficiente tende a manter em ordem todas as obrigações entre ambas partes do contrato de trabalho, as quais devem ter seus direitos respeitados e mantidos.

 

Caso o empregador não esteja depositando corretamente o FGTS, seu funcionário deve inicialmente procurá-lo. Mas se essa opção não funcionar, ele deverá recorrer a qualquer posto da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, que é a responsável pela fiscalização das empresas.

A recomendação principal é recorrer rapidamente para o funcionário em questão não perder seus direitos. E uma outra dica, é acompanhar todas transformações digitais e a nova era do RH digitalque está tomando conta de todo departamento pessoal responsável por essa gestão de benefícios, etc.

 

Como criar programas de Bem-Estar para os seus funcionários

Ao saber que a empresa se importa com eles, os empregados se sentem motivados, adoecem menos e se empenham mais

Implementar programas voltados ao bem-estar do quadro funcional nas pequenas empresas ainda é um desafio, uma vez que faltam orçamento, experiência e tempo. “Nesse caso, é mais recomendado contratar alguém de fora ou destacar algum talento interno para voltar-se integralmente a essa questão que, indiscutivelmente, é vital para os negócios”, diz o americano Ron Goetzel. Continuar lendo

Como o RH deve se preparar para o futuro ― melhorando velhas práticas ou inovando e sendo disruptivo?

A chegada dos smartphones e o uso massivo da tecnologia mudou totalmente as rotinas pessoais e de trabalho, configurando uma nova realidade.

Dentro da dinâmica corporativa, a relação entre empregador e empregado, os processos seletivos e o acompanhamento do desempenho, entre outros fatores importantes para a empresa, sofreram transformações graças à realidade digital.

Podemos ir além e citar a principal mudança observada no RH. Se antes o departamento cuidava de tarefas repetitivas e burocráticas, agora responde por estratégias relacionadas à gestão de talentos, atuando como braço direito na tomada de decisões. Com todas essas mudanças, podemos vislumbrar qual será o cenário futuro e como o Recursos Humanos pode se preparar para o que ainda está por vir? Continuar lendo

Por que ser legal nem sempre é bom para a sua carreira

Na busca por ser uma “boa pessoa” no ambiente de trabalho, executivos acabam comprometendo a honestidade

Ser a pessoa mais legal da equipe é sempre bom, mas pode ter um preço alto. É que priorizar a gentileza, muitas vezes, implica em comprometer a honestidade ou, ao menos, o senso crítico – o que no longo prazo pode acabar prejudicando a empresa, ou sua carreira.

 

Mas, se você está preocupado em ser legal, saiba que não está sozinho. Em um estudo realizado pela Fierce nos Estados Unidos, 63% dos entrevistados disseram que optaram por não compartilhar preocupações ou feedbacks negativos no trabalho. O motivo? não queriam parecer combativos, negativos ou pouco cooperativos. Continuar lendo