5 dicas para cuidar da saúde mental

pexels-photo-3768892.jpeg

Foto por Andrea Piacquadio em Pexels.com

5 dicas para cuidar da saúde mental em prol do desenvolvimento profissional

Com a chegada da pandemia, vivenciamos um turbilhão de sentimentos e o tema saúde mental ganhou ainda mais espaço nos lares e empresas. Tenho visto um movimento das empresas de chamada para um retorno dos funcionários para o trabalho presencial, e muitos sentiram esse ato como gerador de estresse emocional.

No meu ponto de vista, a mudança da rotina e a retomada da vivência profissional em uma nova circunstância é fruto de incerteza para muita gente, mas esse retorno já era esperado. Porém, nesta nova fase, a habilidade de resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade que está entre as 10 primeiras habilidades apontadas pelo Fórum Econômico Mundial, no Relatório Futuro do Trabalho, é uma habilidade que pode nos ajudar muito nessa volta ao trabalho presencial.

Junto com o custo econômico, a pandemia trouxe uma série de problemas relacionados à saúde mental que impactam na saúde pública, no desempenho das equipes de trabalho e na qualidade de vida das famílias. Portanto, o tema saúde mental tem que ser olhado com carinho e atenção pelas empresas.

Quando falamos em saúde mental, precisamos reconhecer ‘estressores’ e saber diferenciá-los dos promotores de bem-estar. Posso dizer que a saúde mental também está relacionada aos valores, a resiliência e a flexibilidade, portanto, é necessário cada profissional conhecer seus valores para diferenciar o estresse criativo do estresse emocional.

Neste ponto, a clareza sobre os valores se faz necessária para assim entender que o estresse criativo acontece quando estamos alinhados com os nossos valores, e neste caso, o estresse fortalece, gera foco e desenvolve um aprendizado. Já o estresse emocional, acontece quando estamos agredindo nossos valores e não estamos usando os talentos da melhor maneira, e por isso, gastamos muita energia física e emocional, e muitas vezes nem atingimos os resultados esperados.

goisabril

 

Portanto, precisamos entender que nem sempre o estresse é tóxico, mas sempre vai estar relacionado a algo que é escasso. Muitas pessoas experimentam o estresse porque esquecem que o dia só tem 24 horas ou que o lado financeiro também é outro limitador e colocam mais coisas do que cabe na agenda do dia a dia ou em seu orçamento doméstico.

 

Momento de reflexão

O estresse faz parte natural do desenvolvimento de nossa espécie, bem como uma vida com propósito. Então, viver na zona de conforto e ter uma vida sem sentido pode comprometer a saúde mental mais que o estresse, lembre-se disso.

Abaixo, selecionei 5 dicas super válidas sobre como usar seus valores para promover saúde mental dentro e fora das empresas:

  1. Tenha clareza sobre quais são seus valores e princípios para conseguir ser resiliente;
  2. Seja flexível até o limite de seus princípios na vida pessoal e profissional;
  3. Ter objetivos e metas definidas nos ajuda a tolerar o estresse necessário para evoluir;
  4. Aprenda a usar o estresse para sair da zona de conforto;
  5. Sentir-se parte de um propósito promove saúde mental.

 


Por Rebeca Toyama, fundadora da ACI

Fonte: Rh pra Você

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s