EXTRA: Noticia que “Licença Menstrual entrou em vigor” é falsa!

bendita-tpm-1A publicação intitulada ”Aprovada: Licença menstrual entra em vigor no dia 10/01, procure o seu RH” está deixando várias mulheres com dúvidas.

Hoje em dia, ser mulher não é nada fácil, ainda mais com a violência que acontecem no dia a dia e por outros aspectos biológicos que não são considerados relevantes. Um dos exemplos é o período menstrual, que todo o mês vem e altera o organismo da mulher podendo causar a temida TPM (Tensão Pré Menstrual), inchaço, dores de cabeça e as doloridas cólicas. Sabemos que mesmo com esses sintomas, as mulheres vivem esse período normalmente sem nenhuma mudança em sua rotina como trabalhar e estudar.

Um ginecologista inglês observou essa dificuldade que as mulheres passam nesse período e criou uma campanha onde defende a “Licença menstrual” no mundo todo. O médico afirmou em entrevista ao ‘Daily Mail’ que após inúmeros estudos sobre o corpo da mulher, ele considera que as mulheres trabalhariam melhor se pudessem se afastar do trabalho nesses dias de menstruação.

A ideia do profissional é de que todo mês, a mulher que está nesse período teria os dias de folgas com a remuneração. O especialista garante que quando uma mulher está com cólicas, é impossível que ela tenha um desempenho igual ao que tinha no trabalho quando não tinha dores alguma. Ele afirma que essa mudança traria benefícios também aos empregadores que teriam empregadas mais motivadas, com melhor produtividade, felizes e confortáveis, algo positivo para o ambiente de trabalho.

Apesar de esta ideia ser levantada e muitas das vezes não ser levado a sério, alguns países aprovaram essa medida, na Indonésia as mulheres ficam dois dias por mês de licença com remuneração. Outro país a deixar as mulheres em casa quando estão nos dias desconfortáveis é o Japão.

Já aqui no Brasil ainda não existe nenhuma lei ou medida que tenha entrado em vigor concedendo a mulher ficar os três dias do período menstrual em casa. Porém existe um projeto do vereador Toninho Magalhães Filho do (PTC) que prevê a “Licença menstrual”, mas esse projeto só entrará em vigor se a câmera municipal aprovar, o que ainda não ocorreu.

O site com a notícia de que a “Licença menstrual” teria sido aprovada e iria entrar em vigor a partir do dia 10 de janeiro, deixou várias mulheres com dúvidas, a publicação aconselha as mulheres a procurarem o ‘Recursos Humanos’ do seu trabalho para por em prática a lei, mas que na verdade ainda não existe.

Então se você é mulher e pensou que teria que procurar o RH do seu trabalho para reivindicar o seu direito a “Licença Menstrual”, não foi desta vez. A notícia que está sendo espalhada e se tornou viral na net é mentirosa apesar de milhares de compartilhamentos no Facebook.

 

Fonte: Blasting News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s