Como as empresas podem priorizar a saúde mental

pexels-photo-4348589.jpeg

Foto por Maksim Goncharenok em Pexels.com

Mais da metade dos brasileiros tiveram sua saúde mental afetada durante a pandemia e esse assunto deveria ser priorizado nas empresas

A saúde mental tem sido uma preocupação crescente para muitos. Segundo uma pesquisa da Ipsos, 53% das pessoas entrevistadas no Brasil dizem que sua saúde mental piorou desde o início da pandemia da Covid-19. Este cenário não é único no país, e o assunto tem ganhado a atenção das empresas no mundo todo.

GIF Sertec_JackelyneB_300x300Existe ainda um estigma associado à saúde mental, especialmente no ambiente corporativo. De alguma forma, lesões físicas são mais fáceis de serem abordadas comparadas com preocupações da saúde mental, que muitas vezes são invisíveis ou difíceis de serem notadas. As lesões físicas parecem mais reais e as pessoas se sentem confortáveis em contar a história de como caíram de bicicleta ou se machucaram na partida de futebol. É muito mais difícil falar sobre um ataque de pânico, depressão ou sobre como você ficou na cama o fim de semana inteiro sem energia ou vontade para fazer nada.

O caminho para desestigmatizar algo é falar sobre, e as empresas têm um papel importante em criar um espaço seguro para essas conversas. O apoio à saúde mental precisa ser priorizado, assim como os benefícios médicos para a saúde física e dias de folga.

De acordo com um estudo da Forrester encomendado pela LogMeIn, somente 44% dos funcionários acham que suas empresas foram efetivas em suportar necessidades de saúde mental no trabalho remoto. Os dados mostraram que quando as organizações implementaram programas de apoio, os funcionários tornaram-se mais satisfeitos com o trabalho e ficaram mais propensos a permanecer no emprego.

Então, o que as empresas podem fazer para quebrar o estigma em torno da saúde mental no ambiente de trabalho?

1. Falar sobre o assunto

total-grupo-gif-180x180Encorajar as pessoas a procurar suporte antes que elas cheguem em uma crise é fundamental. Pode ser mais fácil falar do que fazer, a menos que você crie um espaço seguro para falar sobre os desafios da saúde mental como algo perfeitamente normal. Incentive sua equipe de liderança a priorizar o bem-estar mental, falando sobre isso em reuniões, checando com cada membro da equipe e compartilhando suas próprias histórias para promover compreensão e um verdadeiro suporte.

2. Fornecer e promover recursos para melhorar a saúde mental

Independentemente do que cada pessoa possa estar enfrentando, todos lidamos com dificuldades e problemas de saúde mental de maneira diferente. Por isso, é essencial fornecer diferentes tipos de suporte para os funcionários.

Na LogMeIn, por exemplo, temos um programa de assistência ao funcionário que provê acesso direto e confidencial a sessões de terapia online. Também temos comunidades lideradas por funcionários, que são hospedadas em locais como canais do Slack. Elas ajudam os colaboradores a fazer conexões e encontrar aliados que podem ser benéficos para a saúde e felicidade. Pensar em benefícios customizados para as necessidades das pessoas ajuda a reforçar que elas são mais do que funcionários. Aulas de bem-estar, jardinagem, culinária, entre outros que também envolvam membros da família são boas opções.

WhatsApp Image 2021-05-24 at 14.29.35

3. Promover um equilíbrio entre vida pessoal e profissional

O equilíbrio pode ser diferente para cada um, mas com as ferramentas certas e incentivo, os empregadores podem ajudar seus funcionários a encontrarem seu equilíbrio do dia a dia. Algumas dicas:

  • Permitir o trabalho flexível tanto de locais, como de horários. Os dados mostram que o trabalho flexível é o que os funcionários querem, e as empresas precisam se mover em direção a mais flexibilidade caso queiram manter seus talentos.
  • Incentivar os funcionários e líderes a usarem suas férias. Quando o gerente encoraja os membros da equipe a tirarem folga e conversa junto com eles sobre os horários, é sinal de que ele realmente se importa e trabalha para que todos tenham o descanso necessário.
  • Oferecer ou exigir dias específicos de autocuidado. Na LogMeIn, toda primeira sexta-feira do mês é dia de folga para todos os funcionários. É muito positivo quando toda a empresa fica off em um dia e não há a pressão de checar e-mails.

labortime

Saúde mental como prioridade

Problemas de saúde mental podem afetar qualquer um a qualquer momento, e acontecer e se repetir devido a circunstâncias fora do nosso controle. Este não é um desafio sazonal, mas um que deve ser abordado regularmente e se tornar uma prioridade das empresas em todos os lugares. É hora de colocar as conversas e recursos em prática para ajudar os funcionários a se sentirem seguros, mais fortes, e a prosperar.

Fonte: Melhor RH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s