Senado aprova saque do FGTS a trabalhador que pede demissão

Atualmente, com raras exceções, saques integrais só podem ser feitos quando o funcionário é demitido sem justa causa

O trabalhador que pedir demissão vai poder sacar integralmente o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Isso é o que prevê o projeto de lei do Senado 392/2016, aprovado nesta quarta-feira (11) pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) da Casa.

Agora, se não houver apresentação de recurso para análise do tema no plenário da Casa, o texto seguirá diretamente para apreciação na Câmara dos Deputados. Se for aprovado, vai para sanção presidencial.

Pelas regras atuais, o saque de 100% do dinheiro depositado no FGTS é permitido apenas aos trabalhadores demitidos sem justa causa. Atualmente, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) já prevê o resgate de 80% do FGTS em casos de demissão por acordo entre patrão e empregado. O saque integral também pode ser feito quando a conta está inativa por três anos.

Também estão previstos saques para doentes terminais, pessoas com câncer ou portadores do vírus HIV, entre outros.

Para o relator da matéria na CAS, senador Paulo Paim (PT-RS), este é um passo a mais rumo à “correção de uma distorção histórica” na legislação que trata do FGTS, que buscava restringir o acesso a esses recursos que são do trabalhador.

Nota do Blog: A medida é sensacional pois vai auxiliar muito na boa produtividade das empresas brasileiras, isso porque em busca de maior indenização e principalmente ter acesso aos  valores do fundo, muitos trabalhadores partiam para um comportamento deplorável: fazer corpo-mole de forma a serem dispensados do trabalho.

Com esta medida, o insatisfeito simplesmente se demite, e levanta o seu FGTS, justo o acesso a essa verba pois era mal utilizada pelo governo, destinada a cobrir rombos em fundos de pensão e outros descalabros que 12 anos de administração petista causaram ao país.

E aí o trabalhador pode destinar o dinheiro ao que bem entender, se optar por fazer uma reserva, poderá aplicar o recurso e ter um rendimento muito maior que a fraca correção monetária do Fundo que muitas vezes perdeu até mesmo para a inflação.

(Com Agência Brasil)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s