Quando é a hora de dizer sim ou não para a equipe

Para dar a resposta adequada a uma reivindicação, é preciso considerar os seguintes fatores:

Quando dizer sim e quando dizer não a uma reivindicação da equipe

Em geral, quando uma equipe se une para uma reivindicação, é porque precisa interromper um desconforto, implementar uma nova ideia ou simplesmente resolver um problema que atinge seus membros.

Entretanto, não é recomendável o líder atender indiscriminadamente a todas as reivindicações, tanto quanto recusá-las simplesmente para mostrar força perante a equipe.

Para dar a resposta adequada a uma reivindicação, é preciso considerar os seguintes fatores:

Viabilidade da reivindicação

O líder deve observar se o que a equipe solicita cumpre as condições legais sob as quais a empresa é regida. Infelizmente, nossa legislação trabalhista é muito atrasada, e, por vezes, uma solicitação que parece ser uma questão de bom senso não é possível de ser atendida porque a lei não permite, ou colocaria a empresa diante de um risco jurídico.

Outro aspecto importante é saber se o que se está sendo solicitado está de acordo com as regras de segurança. Não é possível conceder algo que fira essas regras.

Observar, também, se não causará divergência de tratamento em relação aos membros de outros setores. Atender à reivindicação poderá causar problemas maiores na totalidade da empresa.

Uma última recomendação é verificar o custo do que está sendo reivindicado. Afinal, se algo não está no orçamento, não deve ser atendido, ou deve-se readequá-lo com as compensações pertinentes.

A reivindicação contribui para cumprir o propósito da companhia?

A principal razão de existir da empresa é atender os clientes com produtos, serviços e experiências, e resolver os problemas deles. Portanto, todos os demais propósitos devem estar alinhados com esse objetivo maior.

Quando a equipe solicita algo que compromete a razão de existir da empresa, é evidente que deve ser negado, ou modificado.

Depois da decisão: dê explicações satisfatórias e reconhecimento

Sempre que o líder tiver de negar uma reivindicação é pertinente esclarecer o motivo e mostrar evidências de que sua decisão é o mais o correto a fazer.

Use outros departamentos, se necessário, como, por exemplo, o departamento financeiro, ou o de RH. Portanto, tenha pessoas que possam aprofundar os esclarecimentos. Sempre que possível, ofereça uma alternativa que atenda parcialmente, ou de um modo diferente, ao que está sendo solicitado.

Quando a resposta for afirmativa, aproveite para enaltecer a relevância da equipe e estabelecer ou reforçar o compromisso de todos com o propósito principal da companhia.

Depois da decisão: identifique o líder da reinvindicação

Importante notar que, na verdade, não existe uma reivindicação da equipe, mas um consenso, em geral capitaneado por um membro, e é ele quem está influenciando as pessoas.

Ao identificar esse líder, procure conversar com ele reservadamente e convencê-lo a respeito de sua decisão. Em geral, reuniões com equipes muito grandes podem se tornar improdutivas, e, se você convencer o líder, será mais fácil obter apoio dos demais.

Conclusão

Acima de tudo, seja justo e íntegro. Não tome decisões por fórmulas preestabelecidas, não seja alguém que só fala não, e também não diga sim para tudo. Muita conversa e reflexão sobre o que deve ser considerado na hora de decidir sobre alguma demanda da equipe ainda é o melhor caminho para chegar às decisões corretas.

Por Sílvio Celestino, especialista em gestão de pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s