7 dicas para livrar o ambiente de trabalho de fofocas

gossipEsqueça as conversas maldosas e compartilhe emoções positivas

A fofoca pode acabar com o clima de um escritório, gerar conflito entre funcionários e arruinar reputações. A própria definição da palavra é confusa e, para alguns, fuxicar não passa de um hábito inofensivo. Mas para Sam Chapman, consultor e autor do livro “A empresa livre de fofoca”, basta o comentário ser negativo para ser considerado uma fofoca.

Chapman é presidente da Empower Public Relations e criou o conceito de “espaço livre de fofocas”. Segundo ele, os boatos consomem em média 65 horas anuais de cada funcionário. Em seu livro, o empreendedor ensina como eliminar as conversas maldosas do trabalho, além de incentivar outras práticas positivas. Confira sete dicas extraídas da publicação para livrar o ambiente de trabalho das fofocas.

1. Evite se envolver
Controlar o que as pessoas ao seu redor falam ou fazem é uma tarefa quase impossível. Não há como conter o fluxo de informação, ainda mais em um ambiente com muitas pessoas. A solução é evitar completamente a fofoca, tanto na hora de transmiti-la como na hora de ouvi-la.

2. Estabeleça um acordo entre funcionários
Não importa se o acordo for formal e escrito, ou descontraído e oral. O importante é combinar algumas coisas com seus colaboradores. Por exemplo: não participar de fofocas, interromper os boatos assim que eles forem ouvidos, avisar a vítima sobre a fofoca e se comprometer a revelar sentimentos verdadeiros no ambiente de trabalho.

3. Deixe os funcionários à vontade
Empregados e empregadores precisam se sentir à vontade para compartilhar sentimentos de maneira aberta e honesta. Quando as relações são baseadas na transparência, não há necessidade de fofocar nem de esconder nada.

4. Compartilhe mais emoções positivas
Compartilhar emoções positivas é mais importante do que fazer o mesmo com as negativas. Assim como sentimentos negativos oprimidos causam incômodo, não dividir coisas boas pode levar ao arrependimento. É como ter perdido a chance de dizer “eu te amo” a um ente querido que morreu.

Você pode sentir muita afinidade com um de seus colegas sem jamais dizer algo, por exemplo. Compartilhar emoções positivas estimula a criação de um ambiente de trabalho melhor e livre de fofoca.

5. Pense antes de falar
Nossa memória se baseia na nossa visão dos fatos, não na realidade. Por isso, podemos ter uma opinião tendenciosa sobre um determinado assunto. Se um colaborador fez algo que o incomodou, converse com ele e descreva o ocorrido. Sentimentos são subjetivos e o seu ponto de vista pode ser contestado.

6. Menos queixas e mais solicitações
Reclamações têm conotações negativas e, por isso, podem virar fofoca. Mas é possível transformá-las em solicitações positivas. Nem todo pedido será atendido, mas as pessoas passarão a prestar mais atenção no que você diz. É melhor solicitar algo que o faça feliz do que se lamentar e não tomar uma atitude.

7. Mantenha o equilíbrio
Se você sente muita pressão do seu ambiente de trabalho e passa horas excessivas nele, a chance de ficar amargurado e mal-humorado é grande. Pessoas descontentes reclamam e fofocam mais. O equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é essencial para assegurar a disposição e satisfação no trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s