Empresário fecha açougue por falta de mão de obra qualificada em Atibaia

quali atibaiaEssa notícia provocou grandes debates e comentários nas redes sociais da região no fim de semana.

Afinal, está existindo mesmo falta de mão de obra qualificada ? Os métodos de recrutamento do empresário são eficazes? A falta de qualificação alegada é culpa do poder público? A empresa em questão seria um bom lugar para se trabalhar?

Leia a reportagem e tire suas conclusões.

Estabelecimento foi inaugurado em julho e empregava 11 funcionários. Especialista diz que profissões braçais estão cada vez mais raras.

Em meio a crise econômica e ao aumento do desemprego que atingem o país, o dono de um açougue afirma que precisou fechar o estabelecimento em Atibaia, no interior de São Paulo, por falta de mão de obra. Para avisar os clientes do problema, ele colocou um aviso inusitado em frente ao estabelecimento dizendo que só reabriria após a contratação de açougueiros qualificados.

A loja foi inaugurada há dois meses e empregava 11 funcionários. A rede conta com outras duas unidades, sendo uma em Atibaia e outra em Jarinu (SP). ”Nem todos os profissionais da loja eram qualificados e eu tive que encerrar as atividades porque temos um nome bom na cidade e a loja não estava nos mesmos padrões de atendimento das outras. Está difícil achar gente que realmente queira trabalhar”, afirmou o proprietário Valter Barbosa.

Ele está fazendo um processo seletivo para contratar profissionais, mas ainda não há um prazo para que ele reabra a loja. “Parece que as pessoas querem ter um emprego e o salário, mas trabalhar não. Estamos fazendo um processo seletivo e vamos fazer um treinamento na loja de Jarinu”, afirmou.

Além de açougueiro profissional, ele precisa de funcionários para atender o cliente e caixa. “Muitas lojas estão fechando na cidade por causa da falta de incentivo dos órgãos públicos”, conclui Valter.
Avaliação
A especialista em recursos humanos, Cássia Cintra, acredita que a crise não é o fator predominante pela falta de mão de obra qualificada no açougue.
“Hoje em dia, as pessoas têm mais acesso ao estudo e informação e querem profissões que lhe dão mais status, como trabalhar em industrias. As profissões mais braçais como pedreiro, marceneiro, padeiro e açougueiro, como no caso, estão ficando cada vez mais raras”, explicou. Ela disse também que esses trabalhadores aprendem o ofício com o próprio empregador ou é passado de geração para geração.

A especialista salienta ainda que para esses serviços mais específicos geralmente há vagas disponíveis nas cidades do Vale e região Bragantina.

 

Fonte: G1

Um pensamento sobre “Empresário fecha açougue por falta de mão de obra qualificada em Atibaia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s