Gratidão, Felicidade e Neurociência

acorde“Se tivéssemos que nomear três elementos essenciais para criar felicidade e dar sentido à vida, estes seriam: relacionamentos significativos, gratidão e viver no momento presente com atitude de abertura e curiosidade” – Todd Kashdan.

O que é gratidão, para você?
Afinal, por que será que tanto se fala em gratidão, quando o assunto é felicidade?
Gratidão tem alguma coisa a ver com felicidade?
A neurociência nos ajuda a entender:

Quando temos pensamentos de gratidão, ativamos o “sistema de recompensa” do nosso cérebro.
Esse sistema é a base neurológica da nossa satisfação e autoestima, e é responsável pela sensação de bem-estar e prazer do nosso corpo. Quando exercitamos a gratidão, estimulamos a ação desse sistema.

Como isso acontece?
Quando o cérebro entende que algo bom aconteceu, que algo deu certo, que fomos bem sucedidos ou que estamos nos sentindo gratos por algo, ele libera uma substância chamada dopamina, um neurotransmissor responsável – entre outras coisas – pela sensação de prazer e de recompensa.
Ao mesmo tempo em que promove a sensação de conquista, a dopamina nos motiva a agir novamente em direção a outras metas, desejos e necessidades. Quanto mais esse ciclo de busca e realização se repete, mais nosso organismo busca por novas ondas de prazer, de recompensa.
Dica: Procrastinação, dúvida e falta de entusiasmo estão ligadas a baixos níveis de dopamina.

Além da dopamina, o cérebro libera um hormônio chamado ocitocina, conhecido como o hormônio do amor – que estimula o afeto, traz tranquilidade, reduz a ansiedade, medo e fobias.
Além da sensação de bem-estar, exercitar a gratidão ajuda também a dissolver nossos medos, angústias, raiva, ou seja, fica muito mais fácil controlarmos estados emocionais negativos.

Novamente: quanto mais utilizamos esse sistema, mais o reforçamos. E é exatamente por isso que pessoas que exercitam a gratidão apresentam níveis mais elevados de emoções positivas, de satisfação com a vida, de vitalidade e otimismo.
Isso não significa que pessoas que exercitam a gratidão negam ou ignoram sentimentos ou aspectos negativos da vida, mas que ampliam os estados associados a sentimentos agradáveis.

Na busca pela felicidade, muitas pessoas – ainda infelizes – buscam ter mais, ser mais, fazer mais, mas acabam demonstrando que ainda não são verdadeiramente gratas pelo que já têm.
Para essas pessoas eu costumo perguntar: se você ainda não é grato pelo que já conquistou, o que te faz acreditar que vai se sentir feliz conquistando mais?

Como posso exercitar minha gratidão?
Para tornar a gratidão um hábito e colher seus benefícios você vai precisar de 3 coisas: decisão, ação e consistência.
1. Decida se quer mudar seus padrões mentais e transformar sua vida, obter novos resultados;
2. Aja sempre, apesar de tudo e de qualquer coisa, pratique diariamente – você só precisa de pequenas ações;
3. Seja consistente, insista, persista até que a gratidão se torne um hábito. Seu cérebro vai te ajudar nisso, mas ele precisa de tempo até automatizar suas ações (o que chamamos de hábito).

Separe um caderninho para anotar, diariamente, suas gratidões.
Ao final do dia, antes de dormir, pergunte-se:
Quais foram acontecimentos, grandes ou pequenos, simples ou importantes, que me deram prazer ou me fizeram sorrir?
O que eu realizei de positivo, hoje?
O que eu aprendi de novo?

Experimente agradecer pelo fato de ter se livrado do trânsito por conta do atalho que pegou, por ter encontrado acidentalmente com alguém que gosta, pelo banho, pela comida, pelo pôr do sol, por qualquer coisa que te traga satisfação e gere sentimentos positivos. Exercite esse tipo de gratidão, e veja a transformação positiva que isso trará para a sua vida e para o modo como você a vê, vive e sente.

Quanto mais gratos somos, mais encontramos motivos para agradecer. E isso tem nome: felicidade!

“Não é a felicidade que nos torna gratos, mas a gratidão que nos torna felizes” – Martin Seligman

 

Texto de Levi Lourenço da ACORDE COACHING

Rua Adolfo Andre, 1515 Sala 3 – Centro – ATIBAIA -SP

|Email:contato@acordecoaching.com.br|

|Web site:  www.acordecoaching.com.br |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s