Você está vestido para o sucesso? Um artigo da APS Treinamentos para você!

ambiente_de_trabalho

Um dos serviços mais procurados ultimamente pelos parceiros da APS Treinamentos é a palestra sobre Código de Vestimenta e Postura no ambiente de trabalho. Por isso decidi escrever um pouco sobre isso hoje.

Engana-se quem pensa que isso é frescura ou que uma pessoa alinhada, bem vestida e adequada ao ambiente da empresa não é notada. O contrário também é verdade. Alguém que não se veste de acordo com o cargo ou com o grau de formalidade da empresa é notado sim, mas não de uma forma muito positiva…

Há casos conhecidos de pessoas que deixaram de ser promovidas por causa da meneira como se vestiam. Por mais que sejam competentes, não representam adequadamente a empresa e, neste caso, os superiores responsáveis pela promoção preferem escolher alguém que reflita em sua aparência e postura o que a empresa quer transmitir.

Mas…como saber O QUE vestir para o trabalho?

Fique atento a alguns itens importantes:

1 – O que você não usaria em uma entrevista de emprego, você usaria no trabalho? Por que? Por que na entrevista é importante estar alinhado, passar uma imagem de credibilidade e, depois de conseguir a tão sonhada vaga relaxamos? Use isto como parâmetro: o que eu não vestiria para uma entrevista, não devo vestir para trabalhar!

2 – Observe como se vestem e se portam seus superiores diretos. Sim, são nestas pessoas que você deve ser espelhar. Não importa se a empresa possui uniforme ou não. Um toque pessoal como um lenço bonito no pescoço (quando permitido) ou uma gravata de boa qualidade fazem toda a diferença! Cabelos alinhados, maquiagem leve que te deixa com aspecto de descansada, relógios classudos e acessórios que agregam valor ao visual são sempre bem vindos! Mas cuidado para não exagerar e usar “tudo ao mesmo tempo agora!”. Menos é mais também no trabalho. Basta um acessório de bom gosto para te deixar em evidência e te destacar na multidão.

3 – Higiene também é importantíssimo! Aquele pedacinho minúsculo de alface no dente em uma reunião logo após o almoço pode botar tudo a perder! Atente aos detalhes: cabelos limpos e cheirosos, unhas sempre aparadas e limpas, desodorante em dia, hálito fresco, sapatos limpos (mesmo que você trabalhe em uma Zona Rural), roupas sem manchas de gordura ou quaisquer que sejam. Chiclete também merece muita atenção. É desagradável atender alguém mascando chiclé. Isso pode desconcentrar seu interlocutor, que prestará mais atenção no chiclete passeando em sua boca do que em sua fala.

Errado  4 – Mulambento jamais! Se você não tem dinheiro para investir em vários calçados ou acessórios, não tem problema (afinal, quem tem hoje em dia não é mesmo?). Vale a pena investir em um sapato preto básico, de bom material e durabilidade, fácil de limpar e que componha com a maioria de suas roupas. Nada de sapatos furados (mesmo que na sola), descosturados, manchados ou descolando! Para as mulheres o salto deve ser médio e o sapato, de preferência, deve ser o mais fechado possível. Nada de pé inteiro a mostra no ambiente de trabalho. Para os homens, é interessante atentar para as meias que vai coordenar com os sapatos. O tom deve ser o mais próximo possível. Uma bolsa ou pasta de couro legítimo custa caro, mas vale o investimento. Dura horrores e deixa você sempre elegante. Mais vale ter uma única bolsa que valorize seu visual do que centenas que prejudicam sua imagem!

5 – Esqueça!!! Não importa se você é homem ou mulher, gordo ou magro, alta ou baixa, jovem ou idoso. Não importa se você trabalha numa empresa super formal ou numa agência de publicidade super descolada, há um item que você deve esquecer quando o assunto é trabalho: calça de cintura muito baixa! Além de ser extremamente deselegante, desconfortável e deformar o corpo, esta peça é a protagonista de situações muito constrangedoras. A mais famosa delas é o “cofrinho à mostra”. Vamos combinar, ninguém merece uma cena destas, ainda mais no ambiente de trabalho! Também é inadequado deixar a barriga toda à mostra quando levanta os braços para pegar uma caixa no alto, por exemplo. Mesmo que você tenha o corpicho em dia, deixe as peças de cintura baixa para os momentos de sedução, de balada. Afinal, ninguém deseja passar oito horas por dia puxando a calça para não mostrar demais no trabalho né? O melhor mesmo é usar calças que sejam na altura de sua cintura.

pagando cofrinho    6 – Justiça seja feita. Vale a pena ressaltar que roupas muito justas também não são para trabalhar. Não lhe darão liberdade de movimentos e marcarão muito o corpo. Mesmo que sua empresa adote uniformes, peça um número maior, sem medo, se sentir que o número que você normalmente usa está te “embalando a vácuo”. Camisas com botões quase estourando e calças ou saias que criam um “calombo” (o famoso pneuzinho) ao redor da cintura devem ser substituídas imediatamente!

7 – Proteja sua pele. E não é só do protetor solar que eu estou falando. Estou falando de roupas mesmo! Muita pele à mostra no ambiente de trabalho, a menos que você trabalhe no ramo de entretetenimento noturno, é desnecessário, deselegante e inapropriado. Decotes muito profundos, recortes em partes estratégicas, camisas com botões demais abertos, saias muito curtas…mais uma vez: deixe tudo isso para momentos de balada, de lazer! Mesmo para os meninos, camisas com decotes profundos  (as em gola V bem cavadas que caíram no gosto masculino) não são legais. Afinal, ninguém merece aqueles pêlos escapando por um decote ou camisa desabotoada em excesso! É péssimo!!! E meninas, saias muito curtas, daquelas que você precisa ficar o tempo todo puxando para baixo quando se senta ou se levanta, ou mesmo qundo caminha não servem para trabalhar! O comprimento ideal para o trabalho é no máximo quatro dedos acima dos joelhos, nunca mais do que isso. Mesmo para bermudas masculinas, ok, boys?! Outras peças que devem ser esquecidas no ambiente de trabalho: regatas masculinas (novamente: pêlos aparecendo é péssimo!), alcinhas muito finas, transparências que revelam lingerie ou deixam a pele quase a mostra, malhas muito finas que marcam o contorno do corpo (ou o formato da lingerie), meias-calças do tipo arrastão ou cheias de texturas e detalhes, shorts ou tomara que caia então…nem pensar!!! Lembre-se: no ambiente de trabalho quanto menos pele à mostra, melhor!

Invista em você, em seu closet, em sua imagem e mostre que além de conteúdo você também possui uma bela e encantadora embalagem. Que é capaz de representar com maestria e empresa e seus interesses.

Eu digo que é sempre bom estar vestido para o sucesso, pois nunca sabemos quando ele vai nos abordar não é mesmo? Cada momento pode ser uma oportunidade de escalar novos degraus em nossa carreira ou profissão. Acredite em mim: você pode estar sendo observado neste exato momento! Portanto, capriche para que o que os outros vêm seja agradável e represente de fato o grande profissional que você é!

Autora: Rosangela Gomes

End. Rua Yolando Malozzi, n° 36 – Sala 02

Alvinópolis – Atibaia – SP – CEP: 12942-450

contato@apstreinamentos.com.br
Telefone: (11) 2427-1063 / 9 9929-1618

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s