Por que ter mulheres em cargos de liderança na sua empresa?

netoworking feriasAntigamente, cargos de chefia no mundo corporativo eram preenchidos quase integralmente por homens. Mas esta realidade vem mudando. Hoje, as mulheres estão mais presentes em posições de liderança e tê-las no comando parece tendência entre as grandes companhias.

Tal como os homens, as mulheres têm qualidades e características favoráveis aos líderes e são tão eficientes quanto eles para assumirem postos estratégicos e de grande responsabilidade em uma corporação. E apesar de minoria no ambiente de negócios, que ainda é mais favorável ao universo masculino do que ao feminino, elas têm sido cada vez mais cotadas para exercer liderança e agregar valor às organizações.

Segundo os dados mais recentes da Pesquisa Salarial e de Benefícios da Catho (50ª ed. – fev/15), houve um crescimento de mulheres em cargos executivos. Em 2009, 23% destes postos eram ocupados por elas, enquanto em 2015 o número já é 27,8%.

Entretanto, a pesquisa também indicou que profissionais do sexo masculino seguem ganhando remuneração maior em comparação aos do sexo feminino: nos níveis júnior, pleno e sênior, eles ganham, em média, 30,3% a mais do que elas. Neste ano, a média salarial para homens em cargos executivos ficou em R$ 18.976,74, contra R$ 16.530,35 para as mulheres que ocupam a mesma posição. Em 2009 a diferença era ainda maior – eles ganhavam, em média, R$ 15.136,78 enquanto elas, R$ 11.411,21.

Mudanças à vista?

Um estudo divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), agência das Nações Unidas que promove oportunidades de trabalho igualmente produtivas para homens e mulheres, relacionou a liderança feminina com o bom desempenho de uma companhia, e os resultados apontaram que organizações com mulheres no topo são mais lucrativas. Então, por que a presença delas neste espaço cresce tão timidamente?

Para Mara Turolla, Diretora de Coaching, Counseling e Mentoring, a resposta envolve diversas questões, entre elas histórica, cultural e de mercado. “Esse fenômeno não é só nosso, ele é global. Mesmo nos países em que a mulher tem um espaço maior isso ainda acontece. O número ainda é pequeno, vem crescendo, mas está longe de chegar a um equilíbrio”.

No geral, as mulheres estudam mais, são mais dedicadas e comprometidas, têm alto nível qualitativo em suas atividades, entregam mais e com maior eficiência, mas ainda estão aprendendo a lidar com as questões de liderança dentro do mundo corporativo. “Esse é um ambiente ainda muito masculino, mas as empresas estão querendo aumentar a participação das mulheres, tanto nos conselhos, quanto na direção, para aumentar a diversidade e adotar uma abordagem mais colaborativa”, explica Mara.

Diferenciais competitivos

Veja algumas qualidades mais presentes (de modo geral) em mulheres e que podem ser consideradas diferenciais importantes no mercado de trabalho.

– Intuição aguçada
– Comunicação expressiva
– Persistência diante das dificuldades
– Maior resistência física e psicológica
– Cautela na tomada de decisões
– Facilidade de lidar com várias coisas ao mesmo tempo
– Habilidade de influenciar e engajar pessoas
– Flexibilidade
– Visão do todo
– Rapidez no gerenciamento de conflitos

 

Fonte: Portal Carreira & Sucesso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s