Veja como evitar 6 erros comuns na hora de fazer networking

networkingoprhProfissionais devem utilizar a internet para começar o networking. Não pedir ajuda e não manter contato estão entre os principais erros

O networking é uma das principais ferramentas para saber o que está acontecendo do

mercado de trabalho. Os profissionais podem utilizá-lo para procurar um novo emprego e também para manter contato com antigos colegas.

Mas para conseguir os resultados desejados, o profissional deve saber como utilizar o networking. Ele não pode apenas pedir emprego para um colega conhecido, ele deve estabelecer uma relação para depois pedir ajuda.

O Glassdoor, site de carreiras norte-americano, listou os 6 erros mais comuns no networking e mostrou como os profissionais podem fugir deles. Veja abaixo:
1) Não pedir ajuda
Muitos profissionais caem na armadilha de pensar que não precisam de ajuda durante sua procura por um novo emprego. Mas durante essa busca qualquer dica ou conselho pode ajudar.
Quem está tentando uma oportunidade em uma empresa específica ou quer ter seu nome reconhecido em toda a indústria não deve hesitar na hora de pedir ajuda para entrar em contato com as pessoas certas. Isso ajuda o profissional a se conectar com mais profissionais que poderão ajudá-lo no futuro.
2) Não manter contato com outros profissionais
Ficar em contato com a rede de networking é muito importante para um reposicionamento no mercado de trabalho. Manter este tipo de contato é demorado e exige dedicação, mas vale a pena pelos resultados que podem se obtidos no futuro.
O profissional pode falar com os colegas uma vez por mês por meio de e-mail, telefone e até mesmo pelas redes sociais. Além de manter o contato também é importante informar o atual status profissional.
3) Não fazer networking on-line
A internet já é uma das ferramentas mais utilizadas para procurar emprego, portanto o profissional também pode fazer networking pela web. Ter um perfil profissional na internet e manter contato com colegas são medidas importantes para o networking.
A maioria dos recrutadores possui um perfil profissional na web e o utiliza para buscar profissionais para as mais diversas oportunidades.
4) Não conhecer profissionais pessoalmente
O networking on-line é uma ótima forma de procurar um novo emprego, mas o profissional não deve esquecer da importância de encontrar as pessoas pessoalmente.
Depois de fazer um contato on-line e trocar algumas ideias, o profissional pode encontrar o recrutador para uma conversa. Quem não tiver disponibilidade para se reunir com outras pessoas, pode tentar agendar entrevistas por telefone ou reuniões por videoconferência.
5) Não agradecer pela ajuda
Quem ajuda merece pelo menos um ‘obrigado’ como agradecimento, mas muitos profissionais ainda esquecem desse gesto.
Um bilhete, um e-mail ou um contato pelo telefone servem como agradecimento. Isso ajuda a manter um bom relacionamento com a rede de contatos e também para mostrar como o profissional tem cuidado e aprecia a ajuda de sua rede.
6) Não ajudar os outros
O networking não é uma via de mão única, o profissional que pede ajuda também deve ajudar. Se um amigo conseguiu uma entrevista de emprego, por exemplo, o profissional deve devolver o favor. Ele pode dar conselhos sobre a carreira ou ajudá-lo a conseguir uma promoção.

Fonte: G1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s