Remuneração o “Novo Normal”

Foto por Karolina Grabowska em Pexels.com

A expressão o Novo Normal passou a fazer parte do mundo corporativo em decorrência do COVID-19 e as pessoas estão se ajustando para surfar dentro desta nova onda. O novo, em geral, está conectado à necessidade de mudança e, a mudança, é algo que gera desconforto às pessoas, resistência e dúvidas em relação a sua aplicação.

Nos contatos que estamos fazendo com as empresas nos últimos meses, estamos percebendo que os profissionais de recursos humanos, no papel de remuneração, estão atuando em análise de custos/projeção de orçamento para diferentes cenários envolvendo a gestão de pessoas, acumulando esta atividade ao dia a dia da sua rotina, bem como suportando decisões envolvendo as ações da empresa em relação a Pandemia.

O cenário que se apresenta, dependendo do segmento de atuação, aponta queda no volume de faturamento com ações para ajustar o volume de produção (produtos, serviços, soluções), bem como nos planos de investimentos e, de uma maneira mais abrangente, ações para reduzir custos e despesas.

Alguns estudos apontam que TI, Agronegócio, Higiene e Limpeza, E-Commerce, Alimentos e Varejo Supermercadista estão mais estáveis e, outros como Autopeças, Metalmecânico, Insumos Químicos, Turismo, Bares e Restaurantes encontram-se com dificuldade na gestão dos negócios. O desemprego já está acima de 12%.

E como fica a Remuneração em todo este cenário? O que pode e precisa ser repensado? Destaco que a governança da remuneração é de fundamental importância para manter a estabilidade e sustentabilidade técnica e legal na movimentação das pessoas. Por isso é necessário que os responsáveis pelo processo de remuneração ponderem eventuais decisões que possam impactar na estrutura de cargos, salários e benefícios. Você pode pensar fora da caixa? Sim, mas entenda e analise o problema, avalie as possíveis ações na tomada de decisão, a fim de mitigar riscos que possam distorcer os pilares da política. Lembre-se o equilíbrio interno é essencial para manter o clima interno.

Reavalie os conceitos e técnicas utilizados para definir, calibrar, analisar e recomendar soluções nos processos de gestão de pessoas. Busque informações que permita suportar na tomada de decisão. Faça Benchmark e compartilhe boas práticas.

Estar mais próximo ao cliente interno, que já era requerido antes da Pandemia, passa a ser essencial dentro do novo contexto das organizações.

O Novo Normal vai requer adaptabilidade, flexibilidade, resiliência e agilidade nas respostas. O mundo corporativo Pós-Pandemia caminha para vários aprendizados. O importante é direcionar ainda mais o olhar para foco em resultados e clareza no processo de comunicação. Com isso, mais do que nunca, o perfil do profissional de remuneração passa a ser estratégico.

Visite: https://sapconsultoria.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s