Recrutadores Levam De Seis A Dez Segundos Para Filtrar Currículos

O currículo é a porta de entrada de qualquer pessoa em uma empresa, e por isso é um dos documentos mais importantes na hora de conquistar uma vaga de emprego.

Porém, muitos currículos são descartados logo no começo da avaliação. De acordo com um estudo realizado pela Catho, plataforma de recrutamento online, 30% dos recrutadores levam de 6 a 10 segundos, em média, para descartar ou decidir manter um currículo na disputa por uma vaga. Depois disso, cerca de 15 a cada 100 currículos são revistos com maior cuidado pelos profissionais.

Para Flávia Ferreira, psicóloga e recrutadora, embora cientes de que o currículo é a sua primeira impressão para uma empresa, muitas pessoas não dão a ele a atenção e o cuidado necessários. “Sempre que me pedem orientações sobre como montar um currículo, minha principal dica é para que ele nunca seja feito sozinho. Em outras palavras, sempre peça para alguém de confiança revisar e apontar o que pode ser melhorado. É um documento muito importante para ser entregue com excesso, falta ou irrelevância de informações. O mesmo vale para cadastros em sites de emprego, nos quais os campos solicitados não devem ser ignorados, mas sim preenchidos com igual atenção”, orienta.

A falta de requisitos básicos, como número de telefone e contato de e-mail, é um dos principais motivos para esse descarte rápido. Além disso, a falta de cumprimento de requisitos essenciais para a vaga, como inglês fluente ou formação específica, também estão entre os apontamentos da pesquisa.

Esses também são os principais problemas relatados pelo departamento de Recursos Humanos do Grupo A.Yoshii. Referência em construção civil há mais de 50 anos, o Grupo, que atua em todo país com obras corporativas e com obras residenciais no Paraná e São Paulo, está em processo de contratações em Campinas, onde anunciou a construção de empreendimentos de alto padrão.

Nesta primeira etapa na cidade, o Grupo vai gerar cerca de 1.200 empregos diretos e indiretos na construção do Le Rêve, um edifício residencial de alto padrão, localizado na Rua dos Alecrins, no Cambuí. Este será o prédio mais alto de Campinas – com 33 pavimentos.

O recrutamento de mão de obra para esse empreendimento começa em março, de acordo com o diretor do departamento de Recursos Humanos do Grupo A.Yoshii, Aparecido Siqueira. Segundo ele, muitos currículos que chegam até a empresa são filtrados e eliminados na fase de triagem por falta de informações básicas para atender a vaga ofertada, como escolaridade e conhecimento técnico.

“Organização e assertividade são essenciais para conquistar a vaga. Conhecer o próprio perfil e entender se você atende os requisitos e conhecimento para a vaga que está se candidatando é muito importante. Outras informações básicas, como contatos corretos e um breve relato das atividades desempenhadas nas experiências anteriores, também são pontos positivos”, afirma Aparecido.

Flávia Ferreira ainda pontua que foi criado certo preconceito contra os recrutadores, o que estimula que os cuidados com o currículo sejam menores. “Infelizmente, nós entendemos a necessidade das pessoas e nem sempre é fácil para elas compreender que nós recrutadores recebemos mais currículos do que há vagas em aberto. Já ouvi de vários candidatos frases como ‘currículo só serve para virar rascunho ou apoio de mesa’ para não coisas piores. Essa visão desestimula que o currículo seja efetivamente preenchido, e isso não passa de uma autossabotagem. É uma faca de dois gumes”.

A vez é do online

Embora currículos impressos não tenham perdido a sua importância, é verdade que as inscrições online não só ganharam força, como também já pediram a preferência. Segundo dados da Pesquisa dos Profissionais Brasileiros de 2019 realizada pela Catho com mais de 6,2 mil respondentes, a maioria dos profissionais buscam emprego pela internet, sendo que 78% procuram em sites de vagas.

Em média, pessoas que estão em busca de emprego nas ruas, batendo de porta em porta, gastam cerca de R$ 300 ao mês, segundo cálculo realizado pela Catho. Esta conta leva em consideração gastos como transporte, alimentação, impressão de currículos e internet móvel. Nesse sentido, os dados reforçam a importância do universo online para otimização de custos, bem como o alcance às vagas, muito mais ágil e maior no âmbito digital.

Para a gerente sênior da Catho, Tábitha Laurino, os dados confirmam mais uma vez o poder da tecnologia, inclusive no momento da contratação, alinhando expectativas de candidatos e também recrutadores.

A tecnologia é capaz de ‘aprender’ interesses de candidatos e recrutadores a partir de suas ações, buscas na internet, comportamentos e dados informados, ambas ferramentas facilitadoras para a contratação. A Catho é pioneira quando o assunto é busca por emprego na internet, utilizando em favor do profissional cada recurso tecnológico, seja via desktop ou mobile, O último, tem ganhado mais força ao longo dos últimos anos, promovendo uma busca na palma de mão: fácil, ágil e personalizada”, afirma.

Outro ponto identificado na pesquisa foi o meio com que esses profissionais conseguiram retorno para entrevistas, reforçando mais uma vez a efetividade de internet. Segundo o levantamento 53% conseguiram um agendamento com os recrutadores por meio de sites de emprego.

Para Laurino, as buscas por meio das plataformas de emprego se sobressaem devido ao uso de Inteligência Artificial (IA), ou seja, a união da qualificação e comportamento do candidato, em cruzamento com os requisitos das vagas anunciadas e preferências dos recrutadores. “Trabalhando palavras-chave específicas da área de atuação e, muitas das vezes presentes na descrição de vaga, aumentam-se as chances do “match” acontecer. Ao final, todos ganham, pois com menos tempo perdido e currículos mais aderentes às vagas, a chance de encontrar o candidato e o emprego ideal, são muito maiores”, explica a profissional.

Fonte: Rh pra Você

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s