Profissionais de RH que nunca ouviram falar disto estão ultrapassados?

A transformação digital no RH passa por cinco temas principais e não dá mais para não saber nada sobre eles

transformação digital é um dos assuntos principais nas empresas e a área de gestão de pessoas está se tornando mais tecnológica.

Pesquisa VOCÊ RH – Deloitte, que mapeou remuneração e tendências em 18 cargos, com a participação de 173 empresas de todo Brasil em 12 setores, indicou que 62% das companhias estão investindo em novas práticas de gestão de pessoas. Aprendizado digital e analytics são os temas que têm recebido mais investimentos, segundo o estudo.

Para Alexandre Uehara, consultor de inovação e Leadership Team Member da Singularity Chapter São Paulo, o primeiro passo para todo profissional que quiser acompanhar as tendências e conseguir implementar novas metodologias em seu dia a dia de trabalho é mudar de atitude e adotar uma nova mentalidade. “Não é mais trabalhar só com processos, é entender como se pode trabalhar com criatividade, colaboração, adaptabilidade”.

Parte dessa mudança de mentalidade passa  justamento pela abertura ao aprendizado, fator essencial para os negócios, segundo 86% das empresas que participaram da pesquisa VOCÊ RH – Deloitte. Em RH, o cargo mais valorizado, aliás, é o de gerente de desenvolvimento, já que apenas 46% das empresas se sentem preparadas para desenvolver suas equipes.

Na opinião de Alexandre, a transformação digital no RH está ligada a cinco temas. “A inovação está acontecendo e uma das áreas que podem puxar essa transformação é o RH que conhece muito bem as pessoas”, diz ele, que recomenda que os profissionais procurem artigos, cursos e workshops sobre esses assuntos. Confira quais:

Design Thinking 

A abordagem emprestada da área de marketing que prioriza a colaboração e a criatividade não exige grandes investimentos para começar a ser utilizada.  “Pode-se iniciar, por exemplo, separando um time para fazer co-criações e testes em grupos específicos”, diz Alexandre.

O Design Thinking pode ser utilizado desde recrutamento e seleção, integração de funcionários, e também acompanhamento de equipes.

Big Data

Decisões embasadas em dados (neste caso,  estamos falando de big data) são, via de regra, mais assertivas.  Na área de RH, o People Analytics é usado para melhorar recrutamento, contratação, promoção, planos de carreira. Segundo explica Adriano Lima, fundador da AL + People e Performance Solutions, em sua coluna na VOCÊ RH:

“O People Analytics não é uma plataforma digital, mas um mindset cujo princípio é a coleta, a organização e a análise de dados aplicada à gestão de pessoas para se ter uma visão mais estratégica do papel de cada colaborador dentro da empresa”.

Metódos Ágeis

A Metodologia Agile nasceu na área de TI e hoje é replicada em diferentes áreas. Seu principal benefício é que ela estimula a colaboração, adaptação e inovação.

Os projetos são divididos em objetivos que são cumpridos por pequenos times  multidisciplinares, os squads.  Para quem nunca ouviu falar de Agile e não está familiarizado com o seu vocabulário, a metodologia foi capa da edição de março do ano passado da VOCÊ S/A .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s