Por que investir na formação do seu colaborador?

Investir na marca pessoal dos colaboradores é benéfico para a empresa?

Essa é uma pergunta comum que surge na mente de muitos colaboradores que se interessam ou começam a investir em suas marcas pessoais. E também de seus gestores que se questionam se existem benefícios dessa prática em suas organizações. Afinal, existe um conflito de interesse? Esse é um investimento que também traz benefícios para a empresa? Ou seria apenas um desvio de foco do que é realmente importante a se fazer no trabalho? Ou ainda, esse seria um risco para a empresa de perder o seu colaborador devido à grande visibilidade para recrutadores de outras empresas? A marca pessoal é o que as pessoas dizem sobre nós quando não estamos presentes e existem diversos benefícios no investimento da marca de um colaborador.

Juliana Saldanha, estrategista em Posicionamento e Comunicação de marcas pessoais, ajuda empreendedores, acadêmicos e profissionais a traçarem as suas estratégias de posicionamento e a comunicarem melhor suas propostas de valor para o mercado, pensando nisso ela separou alguns benefícios para o empreendedor desse investimento no seu colaborador.

  • Atração de talentos

Marcas pessoais podem contribuir para o employer branding, ou seja, podem tornar a marca da empresa mais atrativa na contratação de futuros talentos.

“Adoraria fazer parte do time dele”

“Eu me conecto com essa forma de trabalho, com essa linha de raciocínio”

“Eles me inspiram, também quero ser parte dessa comunidade”

Estas podem ser aspirações mais frequentes por partes do público que os acompanham.

  • Aumento do alcance da mensagem da empresa

Se cada colaborador que possui uma marca relevante e influente levar genuína e consistentemente a mensagem da sua empresa ao seu público, maior será a presença, a memorabilidade e a conexão da marca com o público ao longo do tempo. Além disso, pode ocorrer a diminuição do investimento em marketing de influência, já que os próprios colaboradores podem se tornar embaixadores da marca com grande alcance.

  • Humanização da empresa

As marcas têm buscado cada vez mais a humanização da sua comunicação, para gerar maior conexão emocional com o seu público. Seja por meio da linguagem ou de um mascote. A mesma estratégia pode ser aplicada via branding pessoal, que podem tornar as organizações mais acessíveis, humanas, conectadas e inspiradoras por meio de seus próprios líderes.

  • Conhecimento gera movimento

Por vezes passamos mais tempo atentos ao que o outro “fala” online do que dentro da própria empresa, onde estamos imersos em nossas atividades diárias.

Talvez eu não saiba que o meu colega ao lado tenha expertise naquele tema ou de que ele seria a pessoa ideal para treinar o meu time. Ou mesmo, eu adoraria passar mais tempo conversando sobre os assuntos que ele tanto sabe e compartilha nas redes. A movimentação online pode também gerar uma positiva movimentação interna.

Fonte: RH para Você

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s