A importância do LinkedIn e 6 dicas bombásticas para o seu perfil

Você usa o LinkedIn da melhor forma? Seu perfil é otimizado? Veja aqui 6 dicas para fazer seu perfil ter mais visibilidade.

Em maio o LinkedIn comemorou 13 anos de existência e bateu a marca de 25 milhões de usuários no Brasil. Nos tornamos o terceiro maior mercado da rede social de negócios, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e Índia.

Ao longo destes anos o LinkedIn passou por várias transformações, e a plataforma que era vista apenas como busca e oferta de empregos passou a se tornar uma imensa oportunidade de apresentação de soluções, conteúdo, networking e exposição de marca empresarial.

São muitas as possibilidades e oportunidades e por isso é importante ter um perfil otimizado, com informações organizadas e bem expostas. Mais do que isso, hoje, é importante interagir; apoiar e ampliar a sua rede, contribuir com profissionais da mesma área de atuação, participar de grupos, publicar e compartilhar conteúdos.

Você pode continuar acreditando que o LinkedIn serve apenas para quem está buscando emprego ou pode usá-lo como uma excelente ferramenta de economia contributiva, networking ativo e fortalecimento de sua imagem e presença em sua área de atuação.

Para quem está começando ou quer melhorar o perfil, separei algumas dicas fundamentais para o sucesso na rede

1. Mantenha seu perfil atualizado

Ter um perfil e nunca atualizá-lo, ou inserir dados incompletos não significa que você está presente de fato no LinkedIn. É essencial que o seu perfil esteja atualizado e que cada nova informação seja inserida. Participou de um curso, escreveu um artigo, tirou um novo certificado, realizou algo a mais no seu trabalho? Acesse sua conta e insira a informação. É essencial também manter os dados de contato atualizados!

 2. A foto do perfil

A foto do perfil no LinkedIn deve ser coerente com a sua função e área de atuação. Se sua profissão permite informalidade pode inserir uma foto mais descontraída, do contrário, opte pelo tradicional.

Na dúvida: qual foto sua você usaria em uma apresentação no trabalho?

Poste algo similar. O LinkedIn foi desenvolvido para que você compartilhe informações e conteúdos profissionais, logo a sua foto deve ter o mesmo objetivo.

E atenção: Perfil sem foto tem muito mais chance de ser recusado em solicitações de contato e por recrutadores.

3. Faça um bom resumo

No resumo você tem uma excelente oportunidade para se apresentar, usando até 2 mil caracteres para descrever o que já fez, como se capacitou e quais os seus diferenciais.

Faça um resumo mostrando ao mundo quem você é profissionalmente, destaque experiências relevantes e sua contribuição para o sucesso dos projetos e as empresas onde atuou. Não se esqueça de utilizar palavras-chaves, elas ajudarão na visibilidade do seu perfil.

4. Qual idioma? Português ou Inglês?

Sempre monte o seu perfil no seu idioma nativo, em nosso caso, português. Após completar o seu perfil, o LinkedIn oferece a opção “criar perfil em outro idioma”. Ele vai espelhar todos os dados, com os títulos no idioma selecionado. Você terá apenas o trabalho de traduzir.

Mas você precisa ter um perfil em outro idioma? Eu costumo analisar de forma simples: para a vaga / função em que você atua ou para a sua rede de relacionamentos, existe a necessidade de um segundo ou terceiro idioma? Se a resposta for sim, é necessário o perfil em outros idiomas. Vá pela necessidade e apenas se o seu idioma for fluente ou avançado.

5. Personalize a URL do seu perfil

Já se deparou com links compartilhados de perfil do LinkedIn cheias de letras e números? A sua é assim? É bem difícil para digitar tudo aquilo! Mas o LinkedIn permite que você personalize a sua url. Acesse o painel de edição do perfil e modifique a url do seu perfil para o seu nome e/ou nome e profissão. Exemplos: linkedin.com/in/seunome/e linkedin.com/in/profissãoeseunome/.

6. Interaja

Interagir é onde a maioria dos usuários falha. Acabam criando um perfil que com o tempo fica esquecido na rede. Eu divido o item interagir em três pontos principais:

  • Aumentar a rede:

Busque pessoas que você conheceu em empregos anteriores, cursos, encontros, interesses em comum. Participe de grupos.

  • Compartilhar e ajudar:

Peça e dê recomendações, compartilhe artigos, notícias e vagas que possam ser de interesse de sua rede de contatos, marque seus contatos que buscam empregos em vagas disponíveis, mande mensagem personalizada inbox aos novos contatos. Tudo é valido para manter sua lista aquecida, desde que seja com foco em ajudar e de forma ética.

  • Acrescentar:

É a sua hora de gerar conteúdo. Escreva artigos, crie um grupo sobre sua área de atuação ou estudos, participe ativamente dentro de grupos em que participa, acrescentando informações novas e relevantes ou abrindo novas discussões que agreguem conhecimento.

Estas dicas vão te ajudar muito a ampliar a sua rede e ter um perfil mais ativo no LinkedIn, mas não se esqueça de duas regrinhas básicas:

  • Cuidado com ortografia – capriche no português.
  • Nunca minta – não tente parecer ser quem você não é e nunca ofereça algo que não possa cumprir.

 

Artigo de Lilian Sanches para o Administradores

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s