Como passar pela crise sem demitir pessoas

melhroes empresasDe acordo com dados recentes do IBGE, cerca de 11 milhões de brasileiros estão desempregados, atingindo o índice de 10,9%, o maior desde 2012. Atribuímos estes números à crise política com reflexos econômicos pela qual o país está atravessando, onde diversas empresas acabam desligando colaboradores com um único intuito: reduzir despesas com pessoal para melhorar seus resultados.

Porém, existem outras formas de gerenciar uma empresa em tempos conturbados sem reduções drásticas nos recursos humanos, que geram benefícios temporários no caixa da empresa. É claro que desligamentos vão existir, mas, não podem ser a primeira decisão de um executivo.

Essa gestão deve ser norteada por cinco elementos, que constituem o método Pentágono de Gestão®, sendo as pessoas sua espinha dorsal. Quando uma empresa precisa melhorar seus resultados tem, a sua disposição, outras estratégias:

1) Revisar Suas Despesas Gerais e Administrativas

São aquelas despesas que estão ligadas ao suporte ao negócio, nas áreas administrativas. Busque oportunidades de adequação das despesas otimizando processos internos, eliminando a burocratização e os processos manuais. Revise itens como compras de suprimentos internos, tipos de hospedagens e classes nas compras de passagens aéreas. Tão importante quanto a relevância das contas é a forma como elas existem.

2) Adequar as Despesas Variáveis

Mesmo sendo ligadas às vendas, as despesas variáveis devem ser otimizadas sempre. Para isso, busque oportunidades negociando fretes de entregas e transportes, analisando a proporção entre o custo das mercadorias vendidas, conhecido como CMV e o preço de venda, por produto. A relação percentual média do CMV oculta oportunidades que surgem quando a comparação passa a ser por produto. Considere todos os custos em cada produto e busque melhorar aqueles que estão altos.

3) Avalie os Recursos Humanos

Sim, vamos falar também de despesas de pessoal, mas, diferente de cortar pessoas indiscriminadamente, é avaliar os quadros por unidade de negócio e identificar o quadro ideal e os perfis adequados, juntamente com os resultados apresentados. Isso quer dizer que você deve ter uma operação ajustada ao desempenho esperado de cada negócio. Ter menos pessoas do que seu negócio precisa, significa trabalho dobrado, erros e retrabalho, profissionais descontentes e baixa qualidade, itens que influenciam diretamente no resultado tão esperado pela empresa.

Um trabalho de gestão contínua do planejamento e da execução não é uma exclusividade de momentos difíceis da economia. É o trabalho diário e estratégico dos gestores de um negócio, que leva a acompanhar indicadores de desempenho e revisar processos em busca de eficiência, trabalhando a gestão de pessoas capacitadas a entregar os resultados esperados, com controles internos eficientes para monitorar e identificar desvios, com uso de tecnologias alinhadas com o negócio.

Infelizmente, desde os primórdios, mandar pessoas embora é a primeira atitude das empresas com miopia de gestão. Gestores com visão de futuro e continuidade das empresas, encontram soluções adequadas ao contexto mais amplo do negócio.

 

Fonte: Carreira & Sucesso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s