“Disciplina x Recaídas” Mais uma contribuição da Acorde Coaching!

acordePor que será que algumas pessoas conseguem ser disciplinadas e persistentes, enquanto outras convivem tão frequentemente com as recaídas?

Em primeiro lugar precisamos entender o que é disciplina. Quando temos em mente um determinado objetivo a ser alcançado, fica mais fácil entender: ter disciplina é saber escolher, diariamente, entre “o que eu mais quero” e “o que eu quero agora”.
Assim fica claro entender que o “o que eu mais quero” é o meu objetivo, suas consequências, tudo mais que sua realização me trará e o “o que eu quero agora” é tudo aquilo que surge no meu caminho, e que costumo chamar de “tentações”, de “vontades”, de “preguiça” ou qualquer outro nome de um obstáculo que me afasta da trilha que me leva ao objetivo final.

Algumas leis da vida são infalíveis, e uma delas sempre nos prova que nada do que conseguimos sem esforço vale à pena, ou dura.
Dificuldades e tentações sempre vão existir, cabe a nós exercitar nosso poder de decisão, diariamente.
Decidir, a cada instante, uma vez após a outra, pelas coisas que nos aproximam do nosso objetivo. Abrir mão, em cada uma dessas decisões, dos chamados prazeres momentâneos.

Sim, é uma tarefa desafiadora e que nos gera dor. Abrir mão de coisas prazerosas é doloroso, mas abrir mão da disciplina como um hábito também é.
A dor da disciplina tem prazo de validade e é fácil de suportar. Traz recompensas duradouras ou permanentes. Por outro lado, a dor do arrependimento é infinita, pode pesar nos ombros por uma vida inteira e as recompensas não duram mais que alguns minutos.

Para quebrarmos as barreiras da mente, desenvolvermos novos comportamentos (como a disciplina) e evitarmos as recaídas, dois princípios são necessários: autossugestão e hábito.

Não há, entre as forças humanas, uma força tão capaz de libertar a imensa energia e capacidade do ser humano quanto o princípio da autossugestão.
Autossugestão significa acreditar franca e abertamente em si e na sua capacidade de conquista, de realização. Qualquer desejo que você mantiver na mente, persistentemente, irá se expressar de forma prática em sua realização física. Acredite em si e mantenha seu novo comportamento em mente até torná-lo parte da sua personalidade.
É da autossugestão que nasce a autoconfiança. Acreditar na sua capacidade é o primeiro passo para criar autoconfiança.

Nossas características e comportamentos nada mais são do que hábitos muito bem reforçados. Hábitos reforçados pelos nossos pensamentos, sentimentos e ações.
Não importa se o desejo é livrar-se de um comportamento indesejado ou desenvolver um novo comportamento. A solução para ambos e evitar recaídas é a mesma: criar novos caminhos.
Hábitos são como caminhos, trilhas no meio da mata fechada. Quando mais antigos e utilizados os caminhos, mais evidentes e fáceis de trilhar eles ficam.

Para formar um novo hábito, precisamos expressá-lo com força e entusiasmo. Repetição é importante, mas intensidade é fundamental. SINTA o que você pensa!

O primeiro passo é sempre o mais desafiador, os obstáculos são maiores, a resistência é maior, a chance de recaída é maior, por isso esforce-se para tornar o novo caminho tão largo e plano quanto puder, logo na saída.
Concentre-se no novo hábito e afaste pensamentos do caminho antigo – isso evita recaídas. Esqueça tudo o que diz respeito ao hábito antigo, e foque 100% no novo hábito.
Tenha sempre seus propósitos em mente. É por eles que agimos. Por que desenvolver este novo comportamento? A resposta para esta pergunta deve estar nos seus pensamentos diários.

Procure razões e oportunidades para respeitar o novo hábito. Não espere que isso se apresente ao acaso. Quando mais seguirmos os novos caminhos, mais fáceis e gostosos de trilhar eles se tornarão.
Resista à tentação de trilhar os velhos caminhos (recaída). Cada vez que resistir, mais fácil será resistir da próxima vez. Da mesma forma, cada vez que ceder, mais fácil será ceder da próxima vez.
O início é o momento crítico, onde precisamos mostrar nossa determinação, persistência e força de vontade.

Lembre-se: não precisamos mudar nossa vida por completo, nem de uma vez. Mas precisamos MUDAR, sempre. E mudar significa entrar em ação. Um grau, um centímetro, um pensamento, uma decisão que seja. Um dia de cada vez, mas aja!
E quando perceber, terá afastado definitivamente o fantasma das recaídas e desenvolvido a disciplina como hábito: um hábito essencial para aqueles que buscam o sucesso, em qualquer área da vida.

 

Autor: Levi Lourenço

|ACORDE COACHING| Rua Adolfo Andre, 1515 Sala 3 – Centro – ATIBAIA -SP

|Email:contato@acordecoaching.com.br|

|Web site:  www.acordecoaching.com.br |

| Telefone: (11) 97616-0046 |

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s