Expor vida pessoal na empresa pode ser fatal

falar e escrever malQual o limite para falar sobre problemas pessoais na empresa? Até que ponto pode-se desabafar com colegas de trabalho e chefes? Para a coach Bibianna Teodori, os profissionais devem ser profundamente cautelosos com a exposição no serviço.

“Abrir demais a intimidade na empresa pode ser um erro fatal para quem almeja um cargo de chefia, por exemplo. Obviamente as pessoas conversam, interagem, mas não devem se expor particularmente. Na empresa, todos são avaliados o tempo todo e existe muita competitividade”, afirma a especialista.

Bibianna diz que é normal as pessoas tentarem criar laços de amizade no ambiente de trabalho, mas este deve ser um processo natural. “Os funcionários novos, em especial, tendem a se aproximar de colegas de forma muito rápida, para se ambientar. O recomendado é que sejam racionais e desenvolvam o vínculo aos poucos.”

De acordo com a coach, é impossível avaliar um possível novo amigo sem observar como ele lida com adversidades e frustrações, o que só acontece com o tempo. “O colega de trabalho pode, dentro de si, ver você como um concorrente e até invejar seu cargo e salário”, adverte.

Conversas pessoais

Para Bibianna, outro cuidado a ser tomado é com o conteúdo dos papos, principalmente em momentos descontraídos, como na hora do cafezinho ou almoço. É importante ter maturidade e discernimento.

“Os profissionais, em geral, são admitidos pela competência técnica e demitidos pelo comportamento. Reclamar dia após dia sobre a mesma coisa, por exemplo, torna qualquer um inconveniente. Confissões de teor sentimental dispensam detalhes.”

Fazer parte de “panelinhas” e interagir nas fofocas também são extremamente prejudiciais, não apenas para a imagem quanto para o desempenho e a produtividade. “As pessoas gastam mais tempo criando estratégias para criar ou se defender de boatos do que trabalhando e produzindo resultados”, diz a coach.

A especialista ressalta também que os líderes têm papel fundamental para administrar esses conflitos. “O gestor precisa mostrar autoridade e não tolerar comentários maldosos. Ele deve identificar a origem, o autor e punir, até mesmo com a demissão.”

 

Fonte: Profissional & Negócios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s