O que é ROL e como calcular?

pexels-photo-669610.jpeg

Foto por Lukas em Pexels.com

Você sabia que o Retorno de Aprendizado (ROL) ajuda a impulsionar o crescimento e a competitividade na organização? O conhecimento adquirido sobre o mercado, os clientes e todo o investimento feito nesse processo fazem parte desse indicador tão importante. Mas você sabe o que é ROL?

GIF Sertec_JackelyneB_300x300O ROL nada mais é do que um indicador que serve para mensurar o retorno financeiro obtido a partir do conhecimento adquirido sobre os clientes, concorrentes e mercado.

Para saber se o ROL está indicando bons resultados é preciso mensurá-lo periodicamente. Seus apontamentos ajudam a tomar decisões mais precisas e agrega aprendizado para as equipes. Assim, o acompanhamento do ROL  pode ajudar a desenvolver a organização como um todo e alavancar o faturamento da empresa.

Neste artigo, você vai entender:

  • O que é ROL: para que serve e como funciona?
  • Indicadores do ROL: conheça os principais 
  • Qual a importância do ROL?
  • Como é feito o cálculo do ROL?
  • Como incentivar a cultura de aprendizagem na empresa?

Boa leitura!

O que ROL ?

Retorno de Aprendizado (ROL) – do inglês, Returning of Learning– serve para analisar e metrificar o conhecimento obtido sobre o mercado, os clientes e a concorrência. O que isso significa? Quer dizer que no dia a dia organizacional muito se pode aprender através de algumas atitudes como:

  • Observar as necessidades dos clientes e as principais queixas a respeito do produto/serviço que está sendo oferecido;
  • Criar pesquisas de satisfação com os consumidores
  • Coletar cadastros dos clientes;
  • Estudar a concorrência: o que têm feito, quais os produtos mais se destacam e qual a experiência dos  seus clientes;
  • Observar com quais canais de comunicação da empresa os consumidores entram em contato e quais eles não costumam utilizar;
  • Ouvir o que os colaboradores têm a dizer sobre os pontos citados anteriormente.

Todas essas experiências e informações servem para direcionar a empresa a atender e satisfazer as necessidades dos clientes de maneira completa, além de servir como “banco de aprendizado”.

Como funciona?

O ROL funciona como um termômetro que mostra quais os setores da empresa possuem maior  potencial de oferecer insights. Em determinadas áreas, como o marketing, as vendas, e o relacionamento com o cliente, são  produzidos aprendizados que precisam ser mensurados no Retorno de Aprendizado.

Os dados colhidos ao observar a concorrência, os clientes e a experiência do dia a dia organizacional fazem parte do ROL, mas são dados brutos que ainda não foram lapidados por meio de uma análise estratégica. Porém, é de suma importância que eles se transformem em ações e comportamentos que ajudem a empresa a tomar decisões.

Quanto mais o aprendizado se mostra em evidência nos departamentos da empresa, mais elevado será o ROL da organização. Por isso é importante investir em tudo o que estimula o estudo nos setores da organização.

Para que serve o ROL?

O ROL serve para manter a vantagem competitiva do mercado ao promover a cultura de aprendizado interno. Isso é importante para que lideranças e gestores se baseiem em políticas de RH de conhecimento, que signifca ter evidências concretas, e as pratiquem no dia a dia das empresas.

GIF-200x150Com isso o ROL mostra o retorno do investimento feito em conhecimento e aprendizado à empresa. Construindo um espaço estruturado e incentivando o conhecimento, a empresa tem a oportunidade de ver os colaboradores das equipes crescendo junto com a organização.

Indicadores do ROL

O Retorno de Aprendizado é melhor avaliado através de seus indicadores. A observação dos indicadores concede à organização mais autonomia e consciência para agir em prol de melhorias no ambiente de trabalho. Vamos conhecê-los a seguir:

Desempenho financeiro

Para verificar se está havendo retorno financeiro a partir do investimento em aprendizado é preciso analisar se o lucro aumentou desde a implementação do Retorno de Aprendizado e comparar resultados.

Se o faturamento aumentou, significa que a empresa está no caminho certo e precisa continuar investindo no ROL. Caso o resultado ainda não seja conforme o esperado, basta analisar:

  • Se os dados coletados foram bem aproveitados;
  • Se os colaboradores e gestores entenderam a função do ROL.

Produtividade

Produtividade não significa uma equipe altamente atarefada e sem tempo para nada. Ela relaciona-se aos colaboradores saberem exatamente o que fazer a cada momento, trabalhando em parceria uns com os outros.

No caso do ROL, o conhecimento adquirido é altamente valorizado, analisado e usado para auxiliar a equipe a continuar no caminho certo, entregando tarefas prioritárias e estando motivado a continuar a cumprir prazos.

Investimento em aprendizado

O capital humano é um dos pilares da organização que precisa de investimentos constantes, tais como:

  • Treinamentos, cursos e workshops, de preferência que emitam certificados;
  • Reuniões entre as equipes para estimular as novas ideias, registrar insights dos colaboradores;
  • Deixar que os membros da equipe tragam feedbacks sobre os investimentos feitos em aprendizado, por avaliações de desempenho.

Crescimento na empresa

As avaliações de desempenho precisam ter uma constância, seja semanal, quinzenal ou mensal, com a finalidade de analisar resultados e possíveis mudanças a serem feitas — seja investir mais em conteúdo sobre uma determinada área, etc.

Qual a importância do ROL

Quando a empresa se dedica a conhecer mais sobre o mercado e usa esses “insights” para gerar ações e resultados, o ROL desta organização crescerá a cada dia. E por que isso é importante?

Porque é um investimento valioso que destacará a organização da concorrência no mercado, tornando-a uma referência na área em que atua. Assim, acompanhar o ROL promove uma vantagem competitiva muito relevante para as organizações.

Vantagens do ROL

Diante do entendimento sobre o que é o ROL, podemos pontuar suas principais vantagens:

  • Disponibilidade de coleta e análise do conhecimento para agir de forma assertiva nas decisões importantes;
  • Estimula os colaboradores a entenderem sobre o mercado onde a empresa está inserida;
  • Permite a identificação das ações que deram certo e trouxeram resultados positivos;
  • Prepara a empresa para tendências no mercado, estando um passo à frente dos concorrentes;
  • Observa o cenário do mercado atual, planeja ações e cria estratégias alinhadas;
  • Expande o negócio, aproveitando novas oportunidades;
  • Pode ser um meio para valorizar financeiramente os colaboradores que se empenharam na missão.

Para os novos colaboradores, por exemplo, engajá-los na cultura do aprendizado os levará a ter um plano de carreira e a empresa atingirá níveis de conhecimento cada vez maiores, traçando naturalmente um RH mais estratégico.

Como é feito o cálculo do ROL?

Por se tratar de um conhecimento, o cálculo é um pouco abstrato, mas não é impossível de se mensurar. A fórmula usada é a mesma do Retorno sobre Investimento (ROI), um indicador que mostra o quanto de retorno financeiro a empresa teve a partir de seus investimentos.

Fórmula do ROI = retorno sobre investimento — custo do investimento / custo do investimento 

Ao substituir a sigla ROI por ROL, a fórmula ficaria assim:

Fórmula ROL = retorno de aprendizagem — custo de investimento / custo do investimento  

Gif site (180 x 180 px) (1) (1)Suponhamos que a empresa tenha obtido um retorno de aprendizado em reais, cerca de R$ 100.000. Agora, diminui-se esse valor pelo custo de investimento (R$ 3.000, como exemplo) e divide-se pelo custo do investimento.

ROL = 100.000 — 3.000 / 3000 = 32.33

Esse valor significa que a empresa teve um retorno de 32 vezes o valor inicial investido em ROL, o que é muito positivo! Se ele fosse muito baixo ou negativo, seria necessária uma análise das premissas que estão impedindo a empresa de crescer e obter retorno positivo.   

Como incentivar a cultura de aprendizagem?

Sabendo da importância de mensurar todo o investimento que a empresa faz em aprendizagem interna, é necessário tomar algumas medidas para que essa cultura seja promovida da forma correta. Vejamos a seguir como tornar isso possível:

Incentive os colaboradores a participarem

Sempre que um problema aparecer, relacionado ao aprendizado do mercado, da concorrência e dos consumidores, é papel da liderança e dos gestores reunir a equipe e incentivar os colaboradores a:

  • Opinarem;
  • Construírem de maneira conjunta soluções tangíveis;
  • Favorecer a participação e contribuição de todos para a tomada de decisões.

São nessas reuniões que vários insights aparecem! Deixe alguém responsável por anotar tudo e lapidar as melhores ideias.

Organize uma cultura de feedback

Um feedback é um presente. É importante elaborar espaços para que as equipes se expressem e façam sugestões sobre o ambiente de trabalho e sobre outros colaboradores também.

Estabelecer uma cultura de feedback é proporcionar às pessoas a oportunidade de melhoria e aprendizado constante. Assim, tanto a organização quanto os colaboradores saem ganhando.

Troca de insights são sempre bem-vindos!

O que é um insight? Trata-se de uma ideia ou entendimento que uma pessoa tem sobre um tema que veio a partir do conhecimento acumulado e compreendido ao longo do tempo.

Quando um insight aparece, temos a sensação de: “por que eu não pensei nisso antes?” Por isso, é importante considerar os insights de modo a melhorar o que está sendo feito na empresa. A aplicação dessas ideias podem alavancar os resultados da organização.

Uma equipe precisa trocar insights com outro time, gerando engajamento e abertura para novas ideias, tendências e conhecimentos valiosos para a empresa. Essa interação acontece no dia a dia e precisa ser estimulada entre gestores e colaboradores.

Por exemplo, quando se quer resolver um problema, é bem comum que um setor de growth olhe melhor para a questão e inicie uma metodologia para ouvir os representantes da área onde surgiu o problema e iniciar testes para validação.

Entre outras ações para além do growth, é importante os insights fazerem parte da cultura das equipes enriquecendo o ROL da organização.

Brainstorm

O brainstorm é uma excelente metodologia para que as equipes consigam construir ideias relevantes de maneira colaborativa. Com o time reunido, determine qual é a pauta / problema a ser resolvido e deixe que os colaboradores falem. Você vai se surpreender com a chuva de ideias que irá surgir!

Essa também é uma forma inteligente de promover a cultura de aprendizado na organização, abrindo espaço para todos.

Por Marcelo Furtado

Fonte: Convenia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s