5 perguntas (bem) comuns em entrevistas de emprego no Brasil

É assim que o recrutador descobre se as habilidades listadas no seu currículo são fake news ou não

Papel e teclado aceitam tudo. Da mais inocente à mais cabeluda lorota, basta escrever e lá ficará o registro sem nada que permita distinguir uma verdade de uma mentira. Muitos candidatos a oportunidades profissionais valem-se dessa “complacência” para rechear seus currículos de habilidades e competências pessoais que, na verdade, não têm.

Mas, o “lorotelling” no currículo pode não resistir à entrevista de emprego presencial. Recrutadores desenvolveram estratégias de checagem das habilidades listadas pelos profissionais, fazendo perguntas que os levem a exemplificar situações de carreira em que fizeram uso de determinada competência.

Conversas em que há a predominância desse tipo de questão são chamadas de entrevistas de emprego por competência e a equipe da consultoria Michael Page divulgou quais foram as perguntas mais utilizadas pelos recrutadores em 2017.

As questões abaixo foram divididas em cinco categorias: competências individuas, administrativas, analíticas, interpessoais e motivacionais. Confira:

1 – Descreva uma situação importante em que você usou uma ideia particular para resolver um problema da companhia

Determinação, persistência, conhecimento, independência, decisão de riscos e integridade pessoal são algumas das competências individuais que o recrutador pode avaliar de acordo com o que o profissional contar nesse momento.

2- Conte sobre um momento em que você levou uma equipe a alcançar seu objetivo

Questão típica sobre o hall de competências administrativas de um profissional que esteja pleiteando cargo de gestão.

De acordo com João Paulo Klüppel, gerente executivo da Michael Page, nas entrevistas por competências na área de marketing esta pergunta é bem frequente.

Isso acontece, segundo ele, por se tratar de um campo em que as pessoas têm boa capacidade de comunicação, mas nem sempre vão bem em funções de muito detalhamento técnico, checagem orçamentária e controle de processos.

3- Dê exemplos de como você identificou um problema na rotina de trabalho, olhando com mais proximidade para a situação/projeto

O recrutador quer saber em que medida o profissional tem capacidade analítica para conseguir enxergar erros e pensar em soluções. Cabe ao candidato expor momentos em que a sua atenção aos detalhes foi propulsora da inovação, em maior ou menor grau.

O setor de varejo é um segmento em que a competência analítica pode evitar erros gravíssimos em indicadores de desempenho, segundo o executivo da Michael Page.

4 – Descreva uma situação em que você uniu pessoas para trabalharem juntas

Colaboração e persuasão estão por trás dessa questão que mede competências interpessoais de um candidato. João Paulo Klüppel afirma que estas duas habilidades essenciais ao trabalho em equipe são demandadas por empresas de todos os segmentos e portes.

Mas ele afirma que, especialmente, em startups e algumas gigantes da tecnologia, profissionais aptos a fazer gestão colaborativa são mais valorizados.

5 – Comente um caso onde você trabalhou o máximo que pôde e teve a sensação de não estar sendo reconhecido, mas ainda assim, continuou a tarefa até a entrega final

Recrutadores que fazem esse pedido, querem perceber o nível de motivação de um profissional. Resiliência, orientação de resultados, foco e iniciativa são fatores que serão investigados a partir da situação relatada pelo candidato.

Fonte: Você S/A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s