Governo lança aplicativo e portal para desempregados

O Ministério do Trabalho lançou nesta terça-­feira, 23, o aplicativo móvel Sine Fácil, que funciona como buscador de empregos e agregador de informações úteis para desempregados, como dados de seguro- ­desemprego e abono salarial. Desenvolvida pela Dataprev, a solução reúne em dispositivos móveis os serviços do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Com 1.440 unidades no Brasil, a Sine realiza atualmente 300 mil atendimentos diários. O aplicativo tem intenção de agilizar o processo de contratação, com verificação de currículos, seleção de trabalhadores para participar de processos seletivos e consulta a entrevistas agendadas para empregadores.“Pelo Sine Fácil, o trabalhador poderá agendar entrevistas com empregadores, acompanhar a situação do benefício do seguro­desemprego e acessar outros serviços de seu interesse. Um diferencial importante é que o aplicativo permite inúmeras consultas a vagas de emprego, em qualquer horário, de qualquer local, sem a necessidade de o trabalhador se deslocar até um posto de atendimento”, afirmou, em nota, o ministro Ronaldo Nogueira.
Disponível apenas para Android em um primeiro momento, o app funciona a partir de um QR Code que pode ser obtido por qualquer trabalhador no portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br); nas unidades de atendimento do Sine; no termo de homologação que ele recebe no ato da rescisão de contrato; ou na solicitação do seguro desemprego. Obtido o código de acesso, basta baixar o app e apontar a câmera do celular ao mesmo.
O governo promete a versão para iOS “em breve”.

Portal
Também nesta terça, o ministério lança o Portal Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br), que reunirá serviços e informações como oferta de vagas, cursos de qualificação profissional e concessão de seguro­-desemprego.
“A plataforma, que também pode ser acessada via Portal de Serviços do Governo Federal (www.servicos.gov.br), tem o objetivo de melhorar a comunicação com o cidadão e ampliar o atendimento virtual, reduzindo a necessidade de o trabalhador ir a um posto de atendimento para requerer os serviços do Ministério”, afirmou o órgão

Fonte – Infomoney

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s