Ética: a diferença entre comentário e brincadeira

receituarioMuito se fala sobre ética profissional, mas dá a impressão de que toda a teoria dos valores e princípios ficam no papel.

A realidade é outra e envolve outras questões que vão além de não aceitar dinheiro por debaixo da mesa (como se costuma pensar), a ética envolve atitudes e comportamentos nos diferentes espaços, respeito e aceitação pela diferença.

Há apenas algumas semanas vimos um médico plantonista no Hospital Santa Rosa de Lima, em Serra Negra (SP), publicar uma foto no Facebook ridicularizando um paciente, que estudou até o segundo ano do ensino fundamental e não soube como falar corretamente algumas palavras.

O médico não hesitou em postar a imagem, fazendo piada da maneira como o paciente tinha se expressado na consulta e isso foi causa de afastamento do trabalho para ele.
Poucas horas depois os comentários se dividiram nas redes sociais, uns defendendo a brincadeira do médico e outros ao contrário, pedindo respeito por pessoas que não tiveram acesso a educação como foi o caso do paciente, um mecânico de 42 anos.

As brincadeiras ou comentários discriminatórios são mais frequentes do que você imagina no ambiente de trabalho, e pior ainda, não somente ocorrem entre profissionais e pacientes (como neste caso), mas também entre colegas, o que faz com que o ambiente de trabalho seja um pesadelo para quem é vítima do bullying.

Comentários do tipo machistas em espaços de trabalho com jovens são mais comuns que em trabalhos mais antigos e com pessoas que levam anos na empresa. Outro caso comum é quando se comenta na empresa que alguém novo vai chegar em poucos dias e várias pessoas começam a falar sobre a aparência física da pessoa olhando apenas seus perfis nas redes sociais… Esse tipo de comportamento de maneira repetitiva tanto criará insegurança nas colegas antigas, quanto fomentará que isso aconteça cada vez que alguém novo vai iniciar trabalho na empresa.

A ética profissional parte de valores universais os quais são a liberdade, o respeito, igualdade, honestidade e justiça, segundo Michael Sendall, da Universidade de Hardward. Existem sim outros valores, denominados neutros que são aqueles que são referências que seguidas geram comportamentos neutros e que diferem-se dos valores éticos por não nos ajudar a discernir o que é certo ou errado, que são: disciplina, simplicidade, persistência, humildade, disponibilidade e determinação.

 

Fonte: Carreira & Sucesso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s