Executive Coaching, estratégia para o sucesso!

coaching pmesLembro-me de nações da Europa, África e América Latina – que visitei num passado recente – que estavam em uma situação difícil em termos políticos, sociais e econômicos. De repente, deram um salto qualitativo no quadro político, econômico e social.

Ao analisar essa situação, vejo que, por trás do crescimento, houve um plano estratégico muito bem estruturado que levou esses países a um lugar de destaque. Seus governos desenvolveram projetos de olho no futuro e implementaram ações para atingir os resultados de sucesso num determinado espaço de tempo.

Com relação às pessoas, o caminho não é diferente. Ou seja, quando você sabe para onde vai, por quê quer chegar lá e como quer chegar, a possibilidade de conquista é muito grande. Tenho acompanhado executivos que fazem isso muito bem e conseguem atingir o sucesso em suas carreiras de uma forma estruturada, com muita motivação, foco e esforço. Mas entendo também, que são poucos os que conseguem estabelecer um plano bem elaborado, até porque, é preciso metodologia, tempo, habilidade e pensamento.

Nessa direção, o processo de Executive Coaching (relacionamento por meio do qual uma pessoa se compromete a apoiar outra a atingir um determinado resultado), se bem aplicado e assessorado por um profissional capaz, é um instrumento importante para que o plano individual possa ser elaborado de forma eficaz. Assim, poderá gerar os resultados esperados – para o executivo e para a organização da qual ele faz parte.

O ponto de partida para isso é fazer um bom diagnóstico, ou melhor, dispor de um excelente “banco de dados”, com informações sobre competências, estilos de relacionamento e características do executivo que será trabalhado. Identificar as barreiras e os obstáculos para alcançar os objetivos que estão sendo propostos também são importantes nessa fase de elaboração.

A partir dessas informações, processadas através de feedbacks internos e externos, e do uso de instrumentos eficientes, como o MBTI, Birkman, EQI-2.0 (Inteligência Emocional), DISC….dentre outros – que facilitam o entendimento das pessoas em relação aos seus comportamentos, valores e relacionamentos – é estabelecido um plano estratégico. Esse plano deve levar em conta a definição dos objetivos principais, as ações de suporte, a motivação e as necessidades pessoais.

Fundamental que esse planejamento esteja alinhado á um propósito de vida e o plano que Deus tem para o profissional em questão. “ Em tudo quanto for fazer, lembre-se de colocar Deus em primeiro lugar. Ele guiará os seus passos e você andará pelo caminho do sucesso” Prov. 3:6

Parece simples elaborar uma estratégia de desenvolvimento nessa direção, mas o que temos visto na prática é que com a ajuda de um bom profissional da área de coach e de um programa ou processo de executive coaching bem elaborado e estruturado, aliado a motivação, foco e disciplina do executivo envolvido, a superação das metas em um plano de desenvolvimento estratégico são mais fáceis de serem atingidas. Caso contrário, o planejamento se torna pouco comprometido e o resultado final acaba sendo o que chamamos de missão impossível!

Francisco Paternostro Netoé Mestre em Agronegócio pela FGV/Esalq-USP, Administrador de Empresas, Coach, Consultor, Empresário e Tutor no programa de Pós-MBA na FIA – Fundação Instituto de Administração paternf05@yahoo.com.br

logo substancia2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s