pexels-photo-8192009.jpeg
Foto por ANTONI SHKRABA em Pexels.com

Por Mariana Maciel – líder de marketing de conteúdo na divisão agro da Bayer Brasil e colunista Mundo RH

GIF Sertec_JackelyneB_300x300Intranet, website, redes sociais, eventos… tudo isso cai por terra quando a liderança de um setor ou empresa trazem mensagens diferentes do que veio nos canais oficiais. Ou mesmo quando não comunicam nada sobre determinado assunto.  Como dizem por aí: o silêncio já é uma resposta. Provavelmente de que determinado assunto não tem importância.

É importante lembrar também que um problema DE comunicação normalmente não é um problema DA Comunicação.

Vamos lá: de acordo com a mais recente pesquisa Ipsos Reputation Council, os colaboradores são os porta-vozes mais eficazes em uma empresa e 66% dos entrevistados concordam que os benefícios de um colaborador postando publicamente em redes sociais vale mais a pena do que eventuais riscos nessa prática.

BENEFÍCIOS CORPORATIVOSQuando falamos de um líder, então, esse valor aumenta bastante. Não apenas um CEO, mas um diretor, um gerente, enfim, alguém que é capaz de influenciar uma pessoa ou um grupo de pessoas com sua opinião e comportamento.

E o comportamento muitas vezes fala bem mais alto do que qualquer discurso. Não adianta incentivar a participação em cursos e fóruns de discussão se ele não participa de nenhum. Incentivar inclusão e diversidade se tem falas preconceituosas ou não contrata ninguém diferente dele mesmo, por exemplo.

Nesse meio tempo o time de Comunicação e em alguns casos o RH estão no planejamento e execução de planos para deixar os objetivos da empresa claros, informar sobre a proposta de valor de novos produtos e soluções, buscar transformação digital, entre outros temas. Mas se os líderes não estão cientes e engajados em seus papeis e responsabilidades nesses temas, para que possam cascatear as informações e promover mudanças significativas, de nada adiantam os vídeos, PPTs, etc.

Banner Akemi EstáticoNa grande maioria dos casos, os líderes estão sim cientes dos temas e sua responsabilidade, mas optam por não exercer esse papel. Priorizam outros temas e isso acaba ficando no fundo da gaveta. A questão é que nunca uma comunicação via canais será tão importante quanto uma feita pelas lideranças diretas de cada time. Eles também têm o poder de mudar toda uma percepção do que foi comunicado.

No meio do caminho muitos enfrentam dificuldades de entendimento e engajamento dos times em diversos tópicos e sempre trazem como um problema de comunicação. O que é real. Mas o ponto é que tentam direcionar isso para que seja resolvido por um time de Comunicação. O que não é possível. Pois é um problema DE comunicação desse time e não DA Comunicação da empresa.

E a fórmula de sucesso é bem simples para esses líderes:

  • Escuta ativa;
  • Não julgar temas como irrelevantes;
  • Sempre compartilhar as comunicações oficiais da empresa;
  • Incentivar para que os colaboradores se mantenham informados;

Garantir que a comunicação seja de mão dupla e nunca um monólogo, afinal o entendimento pode ser diferente para cada pessoa e o quanto antes isso for esclarecido.