10 fatores para fazer uma excelente revisão no currículo

Foto por Martine Savard em Pexels.com

O seu currículo está escrito adequadamente para ter mais chances na conquista do emprego? O objetivo desse post é te ensinar a fazer uma boa revisão no currículo, com base na minha experiência em consultoria de currículos e realização de processos seletivos,

Ou seja, seguindo as orientações descritas nesse texto, será possível que o recrutador leia e entenda todo o histórico profissional, de maneira que o seu currículo apresente muito bem o seu perfil.

A revisão nesse documento é importante porque, às vezes, se gasta muito tempo na elaboração, mas alguns detalhes passam despercebidos. Por isso, é preciso ter esse momento extra para assegurar que as informações estão adequadas.

Sendo assim, faça desse material um checklist e marque o que precisa atualizar.

1. Confira os dados pessoais na revisão no currículo

A revisão no currículo deve começar pelos dados pessoais, principalmente e-mail e número de telefone. No primeiro caso, para se certificar que não há erro, copie o endereço escrito, cole em uma nova mensagem e faça o envio. Com isso, poderá checar se a digitação está correta.

A mesma coisa para o telefone: peça o aparelho de alguém, digite o número apresentado no currículo e faça uma ligação. Por mais óbvio que isso pareça, eu já cansei de tentar falar com candidatos e não conseguir, seja por e-mail ou telefone.

Isso é desagradável para o recrutador? Sim, mas é infinitamente pior para o profissional que perde oportunidades no mercado de trabalho por não verificar as informações.

Lembre-se: o responsável pela seleção só tem esse caminho para falar com você. Garanta que isso será possível!

2. Evite erros de português

Ao terminar de elaborar o currículo, passe o corretor ortográfico para que não existam palavras escritas erradas.

Em seguida, faça uma leitura do documento na ordem normal, mas também de baixo para cima. Você irá perceber as informações de outra forma e poderá notar um detalhe que não encontraria antes.

Outro caminho nessa hora é entregar o arquivo para uma pessoa olhar. Isso porque, após ler tantas vezes, é possível que a sua visão já esteja “viciada”, de maneira que não localizará pontos de melhoria tão facilmente. A atenção vale, ainda, para termos em inglês.

Tenha em mente que os erros de português são inadmissíveis e podem afetar muito o seu desempenho durante o processo de análise. Faça uso dessas estratégias e não cometa erros.

3. Alinhe o objetivo à vaga

Escrever o objetivo corretamente é um ponto que poucos profissionais alcançam, tornando mais difícil a conquista do emprego. Antes de tudo, você precisa saber que é imprescindível alinhar esse detalhe à vaga em questão.

É normal acontecer de ter um currículo um pouco genérico, que acabou de enviar para outra oportunidade. No entanto, é fundamental adaptá-lo sempre à função que deseja atingir.

O que isso quer dizer? Avalie as exigências no anúncio da vaga e alinhe o objetivo a elas. Lembre-se que, na verdade, essa parte deve apresentar somente a vaga e área de interesse.

Afinal, o recrutador pode trabalhar diferentes vagas ao mesmo tempo. Por isso, incluir essa informação de maneira clara é importante para ser possível identificar rapidamente para qual cargo você está se candidatando.

4. Ajuste as experiências profissionais na revisão no currículo

Como você acabou de fazer com o objetivo, verifique quais são as responsabilidades que a vaga exige. Depois, olhe as experiências profissionais no seu currículo e priorize as atribuições solicitadas pela empresa.

Você teve uma função como auxiliar administrativo, mas a oportunidade em questão tem foco na gestão de documentos? Será preciso levantar, no seu histórico, as tarefas e atribuições que envolviam controle de arquivos.

5. Organize os dados cronologicamente

Nesse momento, avalie se todas as experiências profissionais estão descritas da mais recente para a mais antiga. Siga essa mesma ordem também nas formações acadêmicas e nos cursos.

Por que isso? Obviamente, o recrutador se interessa mais pelas últimas vivências, pouco importando algo de dez ou 20 anos atrás. Muito tempo passou e, talvez, você não tenha mais contato com isso.

Já as últimas experiências estão mais presentes na sua memória e nos seus hábitos e comportamentos. É isso que o recrutador irá avaliar. São esses detalhes que precisam estar no começo das seções.

6. Utilize o detalhamento adequado no currículo

Você precisa garantir que todas as informações estarão detalhadas corretamente. A preocupação em tornar o currículo muito objetivo faz com que se corra o risco de não escrever o que é necessário.

Esse erro dificulta o entendimento das experiências dentro de um cargo, ou as mais importantes, que o recrutador precisa conhecer. É importante descrever com mais detalhe o que foi realizado em cada uma, inclusive nos cases de sucesso.

Para fazer um teste rápido, pense como se fosse um familiar ou amigo. Ao ler o currículo, essa pessoa conseguiria saber o que foi executado na prática? Quais eram as suas atribuições? Qual foi a sua jornada profissional?

Se você conseguir responder estas perguntas, quer dizer que está com o detalhamento adequado. Do contrário, é porque vale a pena contextualizar melhor alguns pontos.

7. Revisão no currículo serve para facilitar a leitura do recrutador

Como eu sugiro que você garanta a fácil leitura? Coloque-o distante da sua visão e analise se está enxergando que existem seções separadas. A ideia é verificar se as mesmas podem ser rapidamente identificadas, com detalhes distribuídos organizadamente.

Lembre-se que o recrutador não vai pegar o currículo e ler inteiro. O processo é tão rápido que ele vai bater o olho e querer saber, apenas, se você teve uma formação acadêmica específica. É fundamental tornar possível essa rápida confirmação.

8. Tenha uma linguagem clara e simples após a revisão no currículo

Você precisa deixar de lado todas as palavras rebuscadas e os termos técnicos e específicos. Para ter sucesso no processo seletivo, é necessário tornar a comunicação desse documento a mais simples possível. Isso não irá passar credibilidade!

Você não precisa ser um escritor incrível, mas transmitir as informações de quem é como profissional e quais foram as suas experiências no mercado de trabalho. Entenda: isso é o mais importante!

Como no item seis, pense se fosse uma pessoa de fora. Será que entenderia, com facilidade, o que está escrito? Use essa reflexão para identificar se precisa fazer mudanças ou não. O seu currículo não tem que ser um contrato repleto de “juridiquês”!

9. Mantenha o currículo com no máximo de duas páginas

A penúltima revisão no currículo é assegurar que o documento não ultrapassará o limite de uma a duas páginas. Se o seu está passando disso, revise com calma, diminua um pouco a letra e ajuste espaçamentos e margens.

Se estiver muito difícil de resumir, você precisará resumir algumas informações, partindo sempre das mais antigas. Apenas tome cuidado para não fazer isso com as experiências mais recentes porque, como explicado anteriormente, essas são as mais relevantes.

Nunca monte e envie um currículo com mais de duas páginas. Fica inviável para um recrutador ler e avaliar!

10. Tenha uma apresentação profissional

Concluindo, olhe para o seu currículo como um todo e confira se transmite uma imagem profissional e organização. Com isso você apresentará, indiretamente, uma série de comportamentos seus, como a energia dedicada na produção.

Ao se deparar com um documento bem estruturado, o recrutador entende que existe uma preocupação com entregáveis e tarefas do ambiente de trabalho. É preciso lembrar que se trata da primeira impressão junto à empresa. Para entrar com chances maiores, é fundamental que o arquivo tenha a apresentação adequada.

Caso não consiga fazer a análise por conta, compartilhe com colegas para que avaliem.

_

Autor: Allan Lopes

Fonte: Carreira & Sucesso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s