Dor nas costas é o principal motivo de absenteísmo nas empresas

Somente no primeiro trimestre de 2016, período da última pesquisa realizada, mais de 24 mil trabalhadores, em média 269 por dia, faltaram ao trabalho por conta de dores na coluna

No Brasil, a cada cinco minutos um trabalhador se afasta do emprego por causa de dor na lombar. Os dados são Previdência Social e indicam que problemas na coluna vertebral são a maior causa de absenteísmo nas empresas do país. Somente no primeiro trimestre de 2016, período da última pesquisa realizada, mais de 24 mil trabalhadores, em média 269 por dia, faltaram ao trabalho por conta de dores na coluna. E um local de trabalho ergonomicamente incorreto pode ser um dos vilões deste problema.

O perito David Gurevitz, diretor do Grupo Delphi, alerta que “das doenças ocupacionais, mais de 20% estão relacionadas a complicações de coluna”. O especialista explica que além de aumentar o conforto, diminuir as lesões e contribuir para a motivação dos colaboradores, o ambiente de trabalho adequado pode reduzir em até 50% os gastos com saúde, uma vez que os funcionários passam a ficar doentes com menos frequência e por menos tempo.

A NR 17, Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), dispõe de várias exigências sobre ergonomia no ambiente de trabalho. Mas apesar de ser lei, muitas organizações ainda precisam se adequar e evitar situações de risco de acidentes e doenças ocupacionais. “Toda empresa está sujeita à fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho. E caso não desenvolva ações satisfatórias em ergonomia, arrisca-se a notificação, multa e até interdição. Dependendo da irregularidade, as multas podem variar de R$ 6.704,45 a R$ 80.970,00 (valor calculado através da análise entre NR 17 e NR 28, que trata de fiscalização e penalidades)”, explica o diretor do Grupo Delphi.

Calculo renal, virose e conjuntivite também são patologias que causam afastamento do trabalho. Mas muitos motivos de ausência, como doenças e cirurgias, podem ser reduzidos através de programas de prevenção que garantem melhor qualidade de vida aos trabalhadores. Uma grande taxa de absenteísmo pode prejudicar a produtividade da organização e até refletir na redução do potencial de produção da empresa.

“Estimular hábitos saudáveis e a prática de atividades físicas, além campanhas internas de combate a vícios, também contribuem para diminuir as faltas frequentes ao trabalho. Um ambiente de trabalho desagradável, desconfortável e estressante pode fazer com que os funcionários procurem motivos para faltar”, explica David Gurevitz. Além disso, manter o ambiente de trabalho em boas condições de higiene evita também que os funcionários tenham problemas de saúde como dermatites e problemas respiratórios. Palestras motivacionais, momentos de integração, eventos comemorativos e estímulo ao espírito de equipe são outras ações que favorecem a saúde o bem-estar dos funcionários dentro da empresa.

Fonte: Melhor Gestão de Pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s