Por que os candidatos falham? – Perspectiva do recrutador

pexels-photo-8192009.jpeg

Foto por ANTONI SHKRABA em Pexels.com

A falta de disciplina e determinação, a não preparação, comodismo e muitos outros continuam a ser o grande entrave na vida de muitos profissionais em fase de recolocação

Vejam a seguir os principais tópicos abordados no artigo de hoje:

  • Ausência de preparação
  • Falta de esforço
  • Comodismo

GIF Sertec_JackelyneB_300x300Com os avanços tecnológicos, bem como seus impactos no mercado, a maneira como as empresas contratam e como os candidatos se integram nos processos, e procuram por emprego mudou muito. Nas corporações os processos seletivos estão mais tecnológicos e minuciosos – centrados no match do candidato com a organização.

Contudo, mesmo diante de mudanças significativas na forma de recrutar talentos, vimos que muitos dos candidatos não alcançam êxito e os motivos por trás disso continuam quase que os mesmo.

A falta de disciplina e determinação, a não preparação, comodismo e muitos outros continuam a ser o grande entrave na vida de muitos profissionais em fase de recolocação.

Abaixo vamos vê algumas das razões mais importantes pelas quais os candidatos falham conforme a perspectiva do recrutador.

1. Ausência de preparação

São muitos os profissionais que encaram a procura por emprego com uma mentalidade de fácil e não se dão ao luxo de ter uma preparação adequada. Sendo essa uma das principais razões pelas quais muitos candidatos falham, apesar de terem informações disponíveis e até mesmo especialistas em procura de emprego, assim como eu, para lhe apoiar e preparar.

Por outro lado, sempre busco alertar através de meus conteúdos sobre este tópico, trazendo orientação e conselhos adequados para que entendam e estabeleçam uma postura melhor perante essa fase na carreira.

GIF-200x150

Esta é outra razão importante pela qual os candidatos falham e não veem nenhum progresso em sua carreira.

2. Falta de esforço

Profissionais com essa atitude tende a se satisfazer com alguns envios de currículos ao longo da semana, isso quando não se coloca em posição de espera de um milagre , e não percebem o significado de se esforçar para alcançar uma nova oportunidade no mercado.

Por este motivo também, os recrutadores encontram dificuldade ao selecionar, pois, se deparam com pessoas que não estão prontas para tentar se quer alcançar melhores patamares.

Mesmo diante de tanto conteúdo e eventos gratuitos, como o que realizei no ano de 2021 (Movimento Jobjá), eles não se engajam, não se esforçam para alcançar seus objetivos profissionais.

3. Comodismo

Outro fator é o comodismo que leva ao fracasso na carreira. Alguns passam anos dentro de uma única organização e não pensam por si mesmos, deixam a gestão da carreira de lado, não se atualiza e quando são surpreendidos com a demissão ficam perdidos.

A falta de direcionamento e a incapacidade de assumir as rédeas de sua trajetória profissional pode ser um retrocesso enorme.

Gif site (180 x 180 px) (1) (1)Um bom profissional trabalha sua empregabilidade diariamente e consegue desenvolver uma postura de independência, em vez de ficar a mercê de empresas e pessoas opinando ou tomando decisões por si.

Em suma, agora que você tem conhecimento destes fatores, dar-lhes as soluções certas para superá-los não só pode como vai aumentar seu espírito de sucesso, apesar de todos os obstáculos que surgem nessa caminha por recolocação profissional.

Paulo Augustinho

Especialista em Carreira e Recolocação – Colunista convidado (Grupo Voitto)

Fonte: Administradores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s