Pesquisa indica que só 8% das empresas faz uso total de indicadores de RH

pexels-photo-7947756.jpeg

Foto por RODNAE Productions em Pexels.com

Estudo foi realizado com 300 empresas de todas as regiões do Brasil; soluções para folha de pagamento, R&S e controle de ponto estão entre os principais facilitadores do dia a dia

Que está cada vez mais evidente que a área de Recursos Humanos deve ser estratégica como todas as que participam de tomadas de decisões nas empresas, já é de conhecimento geral. Como fazer isso é que os gestores se questionam. E é somente com o uso de ferramentas como softwares inteligentes, people analytics, acompanhamento de dados em tempo real e automatização de processos que o RH é capaz de seguir lado a lado com as tendências, exigências e velocidade acelerada do mercado atual. 

GIF Sertec_JackelyneB_300x300Entretanto, esse ainda é um longo caminho a ser percorrido. É o que constatou a pesquisa HR Innovation, realizada pela catarinense Ahgora com mais de 300 empresas de todas as regiões do Brasil. De acordo com o estudo, 42% das respondentes ainda fazem um uso regular das ferramentas para a gestão de colaboradores, o que demonstra que há muito a avançar no uso da tecnologia .

Uso dos indicadores

O levantamento também mostrou que 8% das participantes avaliam todos os indicadores de RH em sua rotina, enquanto 38% levam em conta apenas o básico. Entre os principais indicadores apontados por eles estão a avaliação de desempenho, índice de turnover e clima organizacional. Indicadores de frequência, absenteísmo, e produtividade, no entanto, não aparecem no topo dos parâmetros considerados pela área de RH, apesar de fornecerem alertas importantes para o setor.

Para Juliana Bittencourt, Gerente de Recursos Humanos da Ahgora, a análise de dados e indicadores de RH é indispensável para que a área seja assertiva nos momentos de tomada de decisão. “Seguir essas informações com regularidade ajuda a identificar gargalos, pensar em novas ações, tomar as decisões corretas e evitar erros”, afirma.

GIF-200x150Ferramentas de desburocratização

É possível perceber que softwares e outras ferramentas apoiam e desburocratizam cada vez mais o trabalho da área. Ao serem questionados, 70% dos entrevistados apontaram a solução de folha de pagamento como a principal facilitadora no dia a dia da função, seguida do recrutamento e seleção e controle de ponto.


  • Pesquisa aponta aumento de 35% no uso de WhatsApp em processos de admissão

    Apesar da popularidade do app, ele não é totalmente seguro nem para empresa, nem para o candidato

    “Para ocorrer inovação é muito importante que os líderes estejam engajados e incentivando a transformação”. É assim que Filipe Bertocco, consultor da unico, IDTech brasileira de soluções de proteção de identidade, define a importância da adoção de processos digitalizados nas empresas, principalmente para beneficiar o setor de Recursos Humanos.

    No último ano, conta o executivo, o número de admissões digitais aumentou, ganhando força com o trabalho remoto. Hoje, a unico registra uma nova admissão a cada dois minutos. Um dos facilitadores para esse movimento é a ampliação dos canais digitais para envio de documentos de admissão.

    O que antes era feito com entrevistas presenciais e envios de documentos físicos, hoje pode ser realizado à distância, com processos de contratação rápidos e o envio seguro e digital dos principais documentos no processo.

    457fd35a-63a5-4f61-8bc1-e85709ce3bf2

    Mais populares

    O e-mail já era considerado o principal meio de encaminhamento dos papéis da contratação, sendo utilizado por 65% das empresas em 2020, mas apresentando um crescimento relevante para 74% este ano.

    Os dados são de um levantamento realizado pela unico, em parceria com o Grupo Cia de Talentos e o Instituto Locomotiva, e apontam também outra via que se popularizou no último ano: o WhatsApp.

    O aplicativo de conversas, que se mostrou uma ferramenta ainda mais essencial para as empresas com modelo home office, já era utilizado em 29% das companhias entrevistadas na pesquisa, e chegou a 35% em 2021.

    Gif site (180 x 180 px) (1) (1)Segurança

    Apesar da popularidade e da tecnologia de criptografia, o WhatsApp não é uma tecnologia segura para o envio de documentos: nem para a empresa, nem para o candidato.

    Muitas vezes, o contato é feito pelo telefone pessoal do colaborador com o candidato e, no caso da saída da empresa, as informações se vão junto com ele. Não existe uma política de privacidade neste cenário. R, caso o usuário queira exercer o direito sobre os dados dele, não seria possível solicitar o opt-out.

    O ideal é apostar em tecnologias que foram desenvolvidas especificamente para isso. Na unico, a Lei Geral de Proteção de Dados é levada em consideração na aplicação das ferramentas disponíveis para os clientes.

    “Dentro do unico | people trabalhamos com dois grandes pilares para respeitar a privacidade dos usuários. O primeiro é garantir que ele seja dono dos seus próprios dados, podendo fazer o que quiser com eles, inclusive o ‘opt out’. O segundo é assegurar o seu consentimento em compartilhar os dados conosco, dando total transparência de sua utilização e finalidade”, explica Filipe Bertocco.

    Primeiro passo

    Bertocco também explica que, diante da importância de modernizar procedimentos, as empresas que ainda não começaram o processo de mudança podem dar início aos poucos.

    labortime

    “Hoje vemos muitas empresas que não saem do papel para a ação. O segredo é iniciar com um projeto pequeno (piloto) e de maneira controlada. Dessa forma será possível ter a percepção de alguns resultados sem correr grandes riscos expandindo o processo ao longo do tempo”, detalha.

    Com a pesquisa realizada, os entrevistados demonstraram, na maioria, que apoiam a digitalização. São 98% os que acreditam que as tecnologias digitais podem contribuir para as empresas acelerarem o tempo de contratação de colaboradores.

    total-grupo-gif-180x180Além disso, 55% das empresas participantes do estudo “Transformação na Gestão de Pessoas” afirmaram estar implementando soluções para modernizar os processos internos. Bertocco, da unico, analisa a mudança como positiva. Lembrando que quanto mais uma empresa investe, melhor é o ambiente para a equipe. “Existe uma relação diretamente proporcional entre a motivação do líder e o nível de inovação da empresa”.

    Fonte: Melhor RH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s